O irresistível sabor da pizza assada no forno a lenha

O pizzaiolo Inácio Guedes e suas pizzas deliciosas

O pizzaiolo Inácio Guedes e suas pizzas deliciosas

Por Isabel de Andrade*

Do forno a lenha, sai o aroma irresistível da pizza. A madeira ardendo em brasas ajuda no processo de defumação, o que muda para melhor o sabor. A massa também fica mais crocante. E o tempo gasto para assar a pizza é reduzido por causa da alta temperatura.

O pizzaiolo Inácio Guedes explica que no forno elétrico, gastam-se 10 minutos. Já no forno a lenha, o tempo estimado não chega a cinco minutos. A madeira usada é de eucalipto de reflorestamento. Segundo Inácio, ela é utilizada também para defumar alguns produtos como, por exemplo, o provolone e outros tipos de queijos.

Os sabores que mais atraem os clientes são à moda, portuguesa, frango com catupiry e marguerita. E o Inácio avisa que a pizza é para todos, independentemente da intolerância. Tem massa especial para quem não pode ingerir glúten. A farinha de trigo é substituída pela farinha de arroz ou polvilho doce. Para quem é intolerante a lactose, também tem alternativa. Inácio explica que a muçarela utilizada no recheio não tem lactose. O próximo passo na Panificadora Colombina, onde ele trabalha há quase um ano, é introduzir a pizza vegana.

Veja Também: Dicas para uma massa de pizza perfeita

Já são 11 anos como pizzaiolo. Ofício que Inácio aprendeu em Belo Horizonte assim que chegou da região de Teófilo Otoni ainda adolescente, aos 17 anos. E o pizzaiolo confessa que não se cansa da pizza. “Se puder, eu como todos os dias”, diz. Mas, tem que ser assada no forno a lenha.

*Isabel Andrade – Jornalista e Colaboradora dos Territórios Gastronômicos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
5 3
Views:
314
Article Tags:
Article Categories:
Chefs e Mestres