Pão Artesanal nas Padarias Convencionais

Os pães artesanais chegam com força nas padarias convencionais e já são sucesso de vendas e motivo de comemoração dos profissionais e também dos clientes.

Os pães artesanais chegam com força nas padarias convencionais e já são sucesso de vendas e motivo de comemoração dos profissionais e também dos clientes.

O pão artesanal divide espaço com o tradicional pãozinho de sal

Por Isabel de Andrade*

De uns poucos anos para cá, as padarias artesanais se multiplicaram. Na capital mineira, há vários espaços especializados na fabricação do pão de fermentação natural. A novidade é que essas guloseimas, agora, passam a dividir espaço com o pão nosso de cada dia nas padarias convencionais.

Na Panificadora Colombina, que fica no bairro Floresta, em Belo Horizonte, o proprietário não abre mão da qualidade e fez questão de contratar um especialista para introduzir no estabelecimento os produtos artesanais. Há cinco meses, Wesley de Souza Cruz, cumpre essa missão e tem conseguido excelentes resultados.

O chefe de produção conta que, no início, eram vendidos por dia dois quilos de pão artesanal. Esse número se multiplicou e a quantidade diária aumentou mais de 1000%. Ele atribui esse aumento ao interesse do consumidor em provar o que é novo e levar para casa um alimento sem conservantes, com mais qualidade.

Veja Também: Conheça uma Patisserie francesa que está fazendo sucesso em BH

O processo de fabricação do pão de fermentação natural é demorado. Na panificadora, a fermentação dura 24 horas. O produto não leva nenhum tipo de fermento químico. É preciso esperar o tempo da massa, o que é desconhecido por muitos padeiros. Segundo Wesley, não entra açúcar na massa e o chefe de produção conta que é utilizada uma pequena porcentagem de banha para dar crocância e deixar o pão mais brilhante.

O forno é outro segredo dessas delícias. Os pães são assados a uma temperatura bem alta, em média, 250 graus. E vão para o fogo direto no lastro, ou seja, em cima da pedra, sem tela ou tabuleiro. “Com isso, o produto ganha mais explosão e um volume maior. A temperatura é mais alta e o tempo de forno, menor”, explica o chefe de produção.

Atualmente, constam no cardápio mais de 20 tipos de produtos artesanais. São opções como baguete, ciabatta, pão de pesto, pão de cerveja, pão de azeite, pão italiano. E sempre são acrescentadas novidades. “Os produtos são muito apreciados e tudo o que é colocado na loja tem uma boa saída”, diz Wesley. É uma prova de que o pão artesanal conquista, a cada dia, mais espaço na mesa do mineiro.

Veja Também: Padaria em BH faz produtos sem glúten e leite

Fotos: Isabel de Andrade

*Isabel Andrade é Jornalista e Colaboradora do Territórios Gastronômicos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
2 0
Views:
524
Article Categories:
Ingredientes e Utensílios

All Comments