Mais uma história inspiradora de superação através da gastronomia

De açougueira a empreendedora. Conheça a história de sucesso de uma profissional que perdeu o emprego, não desanimou e resolveu empreender.

De açougueira a empreendedora. Conheça a história de sucesso de uma profissional que perdeu o emprego, não desanimou e resolveu empreender.

Por Isabel de Andrade*

A história da Eizel Cibele é daquelas que inspiram. Ela é o tipo de pessoa que soube fazer do limão uma limonada. Coisa difícil demais! Mãe solteira, com um filho de apenas quatro anos, ela soube que o açougue onde trabalhava iria fechar as portas. Quando recebeu a notícia, ficou desesperada. Mas, teve a sabedoria de trocar a lente da câmera da vida e percebeu que não estava em um beco sem saída. Enxergou uma grande oportunidade de empreender e continuar fazendo o que mais gostava, vender carnes.

Eizel transformou a cozinha de casa em um laboratório. Fez diversas experiências e criou variados tipos de linguiças recheadas. Voltou para a porta do estabelecimento onde o açougue funcionava, na Praça Leonardo Gutierrez, no bairro Gutierrez, em Belo Horizonte, e fez do local um dos pontos de venda mais concorridos da região.

Dez anos depois do início do negócio, ela segue firme com o Sabor a Mais e os antigos clientes continuam fiéis. O engenheiro Sérgio Valente é um deles. Todo sábado, ele faz questão de levar pra casa uma sacola cheia. Hoje, ele escolheu medalhão de filé mignon, coxa recheada e costelinha recheada. “Ela continua atendendo todos com esse sorrisinho maravilhoso e tudo o que ela faz é gostoso e divertido de comer”, diz.

O engenheiro Sérgio Valente era atendido pela Eizel no açougue e continua sendo um cliente fiel há 10 anos.

Um balanço dos últimos 10 anos

Atualmente, Eizel tem no cardápio cerca de 50 tipos de carnes recheadas. As opções vão desde rocambole de frango, filé de frango empanado, hambúrguer de frango, picanha recheada, costela recheada, maminha recheada, costelinha de porco recheada até linguiças com alho-poró, alho e manjericão, muçarela, pimenta biquinho. A novidade, segundo ela, é a linguiça zero gordura feita a partir do filé mignon do porco. Mesmo com tantos “filhos”, a queridinha da Eizel é a linguiça de costelinha. “O sabor é incomparável”, justifica.

Ela coloca tudo devidamente acondicionado e refrigerado no porta-malas do carro, que recebeu o nome de foodpalio, e vende os produtos bem em frente ao antigo açougue todos os dias pela manhã, de 9h às 13h. As tardes são dedicadas à produção. Só se permite folgar às quartas-feiras e domingos.

Eizel Cibele vende suas carnes recheadas em frente ao local onde funcionava o açougue onde trabalhou.

Para incrementar o negócio, comprou um defumador. Aí, as opções aumentaram ainda mais. Defuma picanha, frango, linguiça e ainda faz bacon. E ela prepara tudo sozinha. Gosta de manter a qualidade.

A Eizel nunca fez um curso na área. Aprendeu o ofício de açougueira com um antigo patrão. Recém-saída de um emprego como babá, a primeira oportunidade que teve no estabelecimento foi como caixa. Mas, curiosa como ela, foi chegando aos poucos cada vez mais perto do balcão. Aprendeu tudo o que podia sobre as carnes e simplesmente se apaixonou.

“Tudo é feito com muito amor. E os clientes sentem esse amor quando comem. Olha como isso é gratificante!”, finaliza.

Serviço:

Sabor a Mais

Contato: (31) 99949-0488

Instagram: @sabor_a_mais

Fotos: Isabel de Andrade

*Isabel Andrade é Jornalista e Colaboradora do Territórios Gastronômicos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
3 0
Views:
693
Article Categories:
Chefs e Mestres

All Comments