Nem Restaurantes, nem Chefs – Coworking e Startups serão as novas estrelas da Gastronomia Mundial ?

Startup que já possui 200 unidades de cozinha compartilhada na América do Sul anuncia 100 novas para o Brasil. Elas serão instaladas em Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Recife e Fortaleza.

Startup que já possui 200 unidades de cozinha compartilhada na América do Sul anuncia 100 novas para o Brasil. Elas serão instaladas em Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Recife e Fortaleza.

Cozinhas serão inauguradas em Belo Horizonte e em outras quatro capitais

Por Isabel de Andrade*

Na última década, o sistema coworking vem se popularizando no mundo dos negócios. Os espaços compartilhados provocaram uma revolução na forma como as pequenas empresas se organizam. Milhares de profissionais se reúnem por dia nesses escritórios e usufruem de um local democrático e pensado para o trabalho autônomo. De acordo com o Censo Coworking Brasil, em 2018, havia 1.192 espaços como esses no país.

Mais 100 unidades de um coworking de cozinhas está prestes a entrar em funcionamento. Elas serão abertas ainda este ano pela Rappi, um aplicativo que faz entregas de diversas empresas como, por exemplo, restaurantes, supermercados e lojas.

A ideia da Rappi é que os estabelecimentos compartilhados aprimorem o serviço e diminuam o tempo de entrega dos restaurantes. A iniciativa deve ajudar a reduzir o valor do investimento inicial dos empreendedores em novas unidades. A start up pretende também estimular a expansão dos negócios no segmento da gastronomia, ajudando as empresas a operar em regiões que não conseguiriam alcançar.

O critério de escolha dos parceiros vai priorizar três fatores: restaurantes com um bom desempenho, mas com cozinhas que já não suportam tão bem a demanda; negócios bem estabelecidos em um bairro, mas que ainda não conseguem se expandir para outras regiões; e novos estabelecimentos com potencial de crescimento, mas sem condições financeiras para investir em uma ampliação.

Atualmente, a Rappi já tem 200 cozinhas compartilhadas em operação na Colômbia, México, Chile e Argentina. As novas 100 unidades previstas para o Brasil serão instaladas em Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Recife e Fortaleza.

Fotos: reprodução Instagram

*Isabel Andrade é Jornalista e Colaboradora do Territórios Gastronômicos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.