Produtos Orgânicos: Cresce o consumo no Brasil

Pesquisa realizada em todo o Brasil aponta aumento de consumo de produtos orgânicos.

Pesquisa realizada em todo o Brasil aponta aumento de consumo de produtos orgânicos.

Pesquisa ouve mais de 1000 consumidores de orgânicos

Por Isabel de Andrade*

O consumo de orgânicos cresceu no Brasil nos últimos dois anos. Foi o que constatou a Organis, uma entidade que reúne mais de 60 empresas, produtores e fornecedores brasileiros que oferecem mais de 1.000 produtos cultivados ou fabricados em respeito aos princípios, valores e práticas orgânicas.

A instituição fez uma pesquisa e ouviu 1.027 pessoas em 12 capitais das cinco regiões brasileiras. Cerca de 19% dos entrevistados disseram que consumiram produtos orgânicos nos 30 dias que antecederam o levantamento, contra 15% que responderam sim no estudo anterior, feito em 2017.

A região sul do Brasil lidera no consumo de alimentos orgânicos

O maior consumo é no sul do Brasil (23%) seguido do nordeste, sudeste, centro-oeste e norte. Os produtos mais comprados são frutas (25%), verduras (24%) e alface (21%). Foi constatado um grande aumento no consumo de legumes e hortaliças nos últimos dois anos.

Produtos frescos e saúde

Frutas, legumes e hortaliças são os produtos mais consumidos

A compra de produtos orgânicos está bastante relacionada à vontade de consumir produtos frescos. O principal motivo que leva a maioria dos entrevistados (84%) a utilizar alimentos orgânicos é a saúde. O meio ambiente aparece em 9% das respostas. A maioria das pessoas ouvidas (36%) costuma se alimentar com produtos orgânicos cinco vezes por semana.

As feiras aparecem como o local onde o consumidor prefere comprar esse tipo de produto (87%). Apenas 4% disseram que optam pelas lojas que vendem apenas orgânicos.

Como identificar um bom produto

O reconhecimento desse tipo de produto se dá pela embalagem (71%)

E 90% dos entrevistados que consomem orgânicos acreditam que a utilização do selo é obrigatória para atestar a forma de cultivo do produto. A produção de orgânicos leva em conta as práticas sustentáveis de plantio sem a utilização de agrotóxicos ou qualquer produto químico que possa prejudicar o meio ambiente e a saúde. Os produtores seguem o conceito da Agricultura Sintrópica, que enfatiza o equilíbrio na preservação da energia do ambiente, adotam a abordagem do cultivo agroflorestal e têm a cosmovisão da Agricultura Biodinâmica.

Preços ainda são obstáculos ao crescimento do consumo

O preço é o maior obstáculo tanto para os que já compram orgânicos passem a comprar em maior quantidade quanto para os que não compram passarem a consumi-lo. Apesar disso, 67% dos consumidores de orgânicos estão dispostos a aumentar esse consumo nos próximos seis meses.

Aproximadamente 35% dos consumidores de produtos orgânicos sabem da existência de produtos orgânicos não alimentícios. Os produtos de higiene pessoal foram os mais citados (41%).

A Pesquisa Nacional Sobre o Consumo de Produtos Orgânicos no Brasil é feita a cada dois anos. É um estudo que aponta diversas questões relacionadas ao comportamento do consumidor e às tendências do mercado, ajudando a balizar as ações de planejamento do setor.

Fotos: reprodução Instagram

*Isabel Andrade é Jornalista e Colaboradora do Territórios Gastronômicos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.