Robôs atendem clientes em cafeteria

Acaba de ser inaugurada em Tóquio, no Japão, a cafeteria Pepper Parlor, da empresa SoftBank Robotics. Os pedidos, o atendimento dos clientes e a limpeza, pasme, ficam por conta de robôs.

Acaba de ser inaugurada em Tóquio, no Japão, a cafeteria Pepper Parlor, da empresa SoftBank Robotics. Os pedidos, o atendimento dos clientes e a limpeza, pasme, ficam por conta de robôs.

Por Isabel de Andrade*

Uma cafeteria onde o cliente é atendido por robôs. Não. Esse não é o cenário de um filme futurista e muito menos uma projeção feita pelos engenheiros da área de robótica para o futuro. Isso é o presente e essa cena já é uma realidade em Tóquio, no Japão.

Robôs são responsáveis pelo atendimento na Cafeteria Pepper Parlor, no Japão ( Foto: reprodução Instagram)

É que por lá acaba de ser inaugurada a cafeteria Pepper Parlor, onde os robôs atendem aos pedidos, analisam os clientes e recomendam pratos. De acordo com a expressão facial das pessoas, eles sugerem a melhor opção oferecida no cardápio. As pessoas também podem se divertir com os jogos disponíveis em uma tela que fica no corpo do robô.

Robôs analisam a expressão do cliente e sugerem opções do cardápio ( Foto: reprodução Instagram)

A tarefa do robô Pepper, que tem uma aparência humanoide, é lidar com os clientes. Mas, ele não trabalha sozinho. Quando a cafeteria fecha, a limpeza fica por conta de outro tipo de robô, chamado Whiz.

Robô Whiz entra em cena para cuidar da limpeza da cafeteria ( Foto: reprodução Instagram)

A iniciativa foi da SoftBank Robotics, uma empresa de tecnologia que é uma das líderes mundiais em soluções de robótica. A corporação tem mais de 500 funcionários que atuam em Paris, Tóquio, São Francisco, Boston e Xangai.

De acordo com a SoftBank Robotics, atualmente, existem mais de 25.000 robôs usados ​​em mais de 70 países em todo o mundo. Eles foram criados em 2014 e oferecem aplicativos inovadores para as áreas de varejo, turismo, saúde, finanças e educação.

A SoftBank explicou que preferiu abrir a sua própria cafeteria em Tóquio em vez de fazer uma parceria com uma empresa do segmento já existente para analisar o desempenho dos robôs e propor soluções que possam aprimorar a tecnologia. “Há muitas tarefas em que os robôs podem ajudar, seja levando comida à mesa ou retirando lixo. Queremos compartilhar as descobertas daqui com os nossos clientes”, explicou o vice-presidente de produtos da Softbank Robotics, Kazutaka Hasumi, ao jornal japonês Asian Review.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
863
Article Categories:
Bares e Restaurantes