O bar dono da segunda-feira mais louca do mundo se torna patrimônio turístico em Fortaleza

O Pirata Bar recebeu o título de Patrimônio Turístico de Fortaleza. O bar fica na Praia de Iracema, na capital do Ceará, e ganhou fama mundial por promover a segunda-feira mais louca do mundo.

O Pirata Bar recebeu o título de Patrimônio Turístico de Fortaleza. O bar fica na Praia de Iracema, na capital do Ceará, e ganhou fama mundial por promover a segunda-feira mais louca do mundo.

Por Isabel de Andrade*

Quem visita Fortaleza, capital do Ceará, fica encantado com as praias, com o povo hospitaleiro e com as belas paisagens. E uma das atrações turísticas que fazem parte do roteiro da capital é o Pirata Bar, famoso por promover a segunda-feira mais louca do mundo. O local foi reconhecido oficialmente pela Prefeitura de Fortaleza como Patrimônio Turístico da cidade.

Pirata Bar faz parte do roteiro turístico de Fortaleza, no Ceará ( Foto: reprodução Pirata Bar)

Com o título, o estabelecimento passa a ser incluído nas ações de promoção da capital cearense realizadas pela Secretaria Municipal de Turismo. Desde 2016, outras quatro instituições da iniciativa privada receberam o reconhecimento: o Espaço Cultural da Universidade de Fortaleza, o Museu da Fotografia, o Iate Clube de Fortaleza e o Instituto do Ceará. “Este reconhecimento nos enche de orgulho e nos desafia a continuar fazendo o nosso trabalho com muita dedicação, e mantendo a Praia de Iracema viva e feliz”, disse Rodolphe Trindade, proprietário do Pirata.

O empreendimento foi criado em 1986 pelos sócios Júlio e Rodolphe Trindade, pai e filho. Na época, ele se chamava Pirata Bar & Restô. A proposta sempre foi unir cultura e turismo incorporando as tradições locais e a identidade cultural do Ceará. O bar já recebeu grandes nomes da Música Popular Brasileira como Leila Pinheiro, Belchior, Oswaldo Montenegro, Edson Cordeiro, Adriana Calcanhoto e Gonzaguinha no projeto Piratas da MPB.

Tradições locais e identidade cultural do Ceará têm espaço garantido no Pirata Bar ( Foto: reprodução Pirata Bar)

O Piratas Bar também criou a segunda-feira mais louca do mundo e o título é famoso entre os turistas. Tudo começou em janeiro de 1987, quando uma senhora da sociedade local quis comemorar seu aniversário com as amigas no Pirata. Como havia poucos homens entre os convidados, o proprietário chamou garçons, seguranças e até o cozinheiro para o salão e os pares de dança foram formados. Desde então, as segundas-feiras passaram a contar com shows de forró e o Pirata começou a receber mais e mais turistas. O que se sabe é que a noite só termina quando o último “sobrevivente” deixa o salão. A fama da casa correu o Brasil e o mundo e foi notícia até no jornal The New York Times.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
997
Article Categories:
Bares e Restaurantes