Menu do Oscar vai priorizar pratos veganos

Um batalhão formado por 200 chefs vai preparar o menu que será servido aos astros e estrelas de Hollywood durante o Oscar. E os organizadores decidiram priorizar os pratos veganos.

Um batalhão formado por 200 chefs vai preparar o menu que será servido aos astros e estrelas de Hollywood durante o Oscar. E os organizadores decidiram priorizar os pratos veganos.

Por Isabel de Andrade*

A grande festa do cinema será neste domingo, 9 de fevereiro. Astros e estrelas de Hollywood vão passar pelo glamouroso tapete vermelho para assistir à disputada cerimônia do Oscar. E, seguindo a tendência de premiações anteriores, o buffet do Oscar também será prioritariamente vegano.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, que organiza o Oscar, decidiu que 70% do cardápio será feito com ingredientes de origem vegetal. Os outros 30% dos pratos terão peixe, carne bovina e ingredientes vegetarianos.

Menu do Oscar: 70% dos pratos do cardápio serão veganos ( Foto: reprodução Instagram)

Formado pela cozinha francesa, o chef austríaco Wolfgang Puck cuida do menu do Oscar há 26 anos. Na edição de 2020, ele vai contar com um time de 200 cozinheiros que vão cuidar do cardápio composto de 70 pratos. No jantar de gala, cerca de 1.500 convidados serão servidos.

Chef Wolfgang Puck vai contar com um time formado por 200 profissionais ( Foto: reprodução Instagram)

Alguns pratos preparados em 2019 voltarão ao cardápio. Entre eles, tempurá de batata doce com aioli de menta e coentro, salada de cogumelos maitake com baba ghanoush de berinjela e massa campanelle com limão meyer, alcachofras e ervilhas inglesas.

O menu de 2020 também promete novidades. Entre elas, o macaron de beterraba com queijo de cabra e ervas, macarrão com queijo à la Cacio e Pepe e rabanada de especiarias de inverno com creme de abóbora brûllée.

Além da criação dos pratos veganos, o chef se comprometeu a usar apenas ingredientes produzidos de forma sustentável. Os alimentos serão fornecidos por produtores de 11 fazendas que ficam no sul da Califórnia.

Outra decisão dos organizadores foi abolir a utilização de garrafas d’água de plástico. Eles emitiram uma nota reafirmando o compromisso de priorizar a sustentabilidade. “A Academia é uma organização de influenciadores ao redor do mundo, e devemos à nossa composição global um compromisso de apoiar o planeta”, diz a nota.

Parte das sobremesas também foi elaborada sem ingredientes de origem animal ( Foto: reprodução Instagram)

As sobremesas também serão uma grande atração. A maioria vai ser preparada na versão vegana como, por exemplo, o biscoito de framboesa e limonada, brownie de red velvet, pirulito de margarita e ravióli de chocolate amargo e yuzu. O chef francês Kamel Guechida, que cuida da seção de doces, usou como substitutos aos ingredientes de origem animal, principalmente, o leite de amêndoas e de coco.

Chocolate vegano foi utilizado para preparar o doce que tem o formato da estatueta do Oscar ( Foto: reprodução Instagram)

A tradicional estatueta do Oscar dourada está garantida. Foi utilizada quase meia tonelada de chocolate vegano. Ao todo, foram preparadas cerca de cinco mil peças para serem servidas aos convidados. Assim, mesmo quem não for premiado com o Oscar vai ter a chance de voltar para casa uma estatueta de lembrança.

Leia também: Jantar vegano é grande vencedor do Globo de Ouro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
269
Article Categories:
Acontece