Receita de Compota de Limão Rosa: Uma doçura dos quintais de Minas

Também conhecido como limão china, Limão Capeta, Limão Cravo e entre outros, esta fruta dos quintais, se torna uma verdadeira iguaria pelas mãos e tacho da doceira Geny Pereira da Cruz, da comunidade rural da Lagoinha, município de Joaquim Felício, no Território do Cerrado – Serra do Cabral , no norte de Minas Gerais

Também conhecido como limão china, Limão Capeta, Limão Cravo e entre outros, esta fruta dos quintais, se torna uma verdadeira iguaria pelas mãos e tacho da doceira Geny Pereira da Cruz, da comunidade rural da Lagoinha, município de Joaquim Felício, no Território do Cerrado – Serra do Cabral , no norte de Minas Gerais

Compota de Limão Rosa*

Série Doces dos Quintais de Minas

Foto Beto Magalhães- Sabores de Minas / EM

Ingredientes:

– 1 kg das cascas de limão-capeta
– 1,5 kg de açúcar cristal

Preparo:

-Passar os limões no ralo ou em uma lixa, para que fiquem com as cascas bem lisinhas.

-Partir os frutos em cruz e retirar o miolo (os gomos podem ser aproveitados para outros fins; para o doce, só as cascas serão usadas).

-Levar as cascas ao fogo cobertas com água, até levantar fervura.

-Escorrer e pesar, para determinar qual quan­tidade de açúcar e água será usa­da.

-Pôr em uma vasilha e cobrir com água quente.

-Levar ao fogo e deixar até levantar fervura. Repe­tir o processo três vezes, para que saia todo o gosto amargo).

-Escor­rer e levar ao fogo, em um tacho, com um litro de água para cada quilo de casca e o açúcar.

-Mexer e deixar no fogo até que a calda dê ponto de fio (obtido quando forma um fio ao escorrer da colher).

*Projeto Sabores de Minas As Pesquisas realizadas pelo Chef Eduardo Avelar no Projeto Sabores de Minas nortearam a formatação do Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais.

Receita do Município de Joaquim Felício – Território do Cerrado/Serra do Cabral – Mapa TG/EA

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.