Goiabada Cascão: Faça em casa essa receita tradicional

Nesse tempo de goiabas maduras nos quintais, aproveite para preparar uma receita fácil e deliciosa de goiabada cascão tradicional.

Nesse tempo de goiabas maduras nos quintais, aproveite para preparar uma receita fácil e deliciosa de goiabada cascão tradicional.

Goiabada Cascão no Tacho de Cobre

Da Série Doces dos Quintais de Minas *

Foto Sabores de Minas

Ingredientes:

  • 1kg de goiabas vermelhas (não podem estar muito maduras), pesadas sem as sementes
  • 500 g de açúcar cristal

Preparo:

  • Partir as goiabas ao meio, tirar as sementes e lavá-las em água corrente.
  • Partir cada metade em quatro pedaços.
  • Levar ao fogo com o açúcar, em um tacho de cobre,
  • Mexer com uma colher de pau por cerca de 50 minutos (proteger o corpo para não se queimar, pois a mistura pode espirrar), até dar o ponto – obtido quando o doce começa a ganhar consistência, ficando bem grosso e se soltando do fundo do tacho.
  • Conferir o ponto, enfiando a ponta molhada de uma faca no doce. Se a goiabada não agarrar, está pronta.
  • Num tabuleiro forrado com plástico, virar o doce. Deixar descansar por quatro dias e partir nos tamanhos desejados.
  • Rende 600 gramas de goiabada.

Experiência no tacho

Relembrando a nossa visita à cidade de Nova Era e a história contada ao Sabores de Minas por Dona Rosalina, enquanto nos preparava a deliciosa goiabada, alguns anos atrás, na beira dos tachos, ao lado de sua irmã e de sua mãe.

A plataforma lotada da estação Desembargador Drummond deixa claro que Nova Era, a 137 quilômetros de Belo Horizonte, é caminho do trem que leva a Vitória (ES). O ritmo acelerado da locomotiva, que sobe montanhas, atravessa rios e margeia a vegetação rasteira do cerrado, representa a força e o potencial de Minas. Na região, as goiabeiras estão por todos os lados. E, para dar vazão a tanta fruta, nada melhor do que fazer um doce tipicamente mineiro, e deliciosamente acompanhado do queijo: goiabada cascão.

Quem garante é Rosalina Bueno Pereira, de 57 anos, que, com a irmã, Otília Bueno Pereira, de 63, segue a tradição da família para produzir a iguaria. Na fazenda, no povoado de Pedra Furada, a mãe, dona Nelita, com mais de 90, é quem faz questão de mexer o tacho. “Essa é pior parte, pois é difícil conseguir o ponto ideal”, avisa Rosalina. Mas tantos anos de experiência já não deixam mais o doce desandar.

A venda dos produtos – além da goiabada cascão e da lisa, elas fazem doces de pêssego, laranja, cidra e banana, entre outros – na feira dos produtores, todos os sábados, é garantida.

*Esta receita faz parte do Projeto Sabores de Minas e foi fornecida por Rosalina Bueno Pereira, do povoado de Pedra Furada no município de Nova Era-MG

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas GeraisNova Era fica no Território dos Rios, Sub Território – Doce

EA/TG – RIOS/DOCE

Veja mais receitas da série Doces dos Quintais de Minas: Doce de Laranja com Rapadura

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments