Receita do Cerrado: Carne Serenada com Chantily de Buriti

Acompanhe esta receita apresentada para o Projeto Sabores de Minas, alguns anos atrás pelo chef e professor Danilo Simões, um especialista em frutos do cerrado mineiro.

Acompanhe esta receita apresentada para o Projeto Sabores de Minas, alguns anos atrás pelo chef e professor Danilo Simões, um especialista em frutos do cerrado mineiro.

Ingredientes:

Para a carne:

  • 400 g de carne serenada, cortada em cubos
  • 100 ml de azeite

Para o molho:

  • 50 ml de azeite
  • 70 g de geleia de buriti (pode ser feita deixando de molho de um dia para o outro a polpa de 4 buritis em 500 ml de água. Bater no liquidificador e levar ao fogo com 100 g de açúcar cristal. Retirar quando soltar do fundo da panela)
  • 100 ml de caldo de carne (pode ser usado 1 tablete de caldo de carne dissolvido em 100 ml de água)
  • 10 g de mostarda líquida
  • Meia cebola batidinha
  • 50 ml de vinho tinto seco
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Para o chantily de buriti:

  • 100 ml de creme de leite fresco
  • 30 g de geleia de buriti
  • Ervas frescas (tomilho, alecrim e sálvia) a gosto
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Preparo:

Para a Carne:

  • Aquecer o azeite em uma frigideira, pôr a cebola e deixar murchar.
  • Pôr a carne e retirar quando ela começar a dourar.

Para o Molho:

  • Refogar, em fogo baixo, a cebola no azeite.
  • Quando começar a murchar, pôr a mostarda e mexer.
  • Pôr a geleia de buriti, o caldo de carne e o vinho.
  • Deixar reduzir e temperar com sal e pimenta a gosto.

Para o chantily:

  • Bater o creme de leite na batedeira.
  • Quando começar a engrossar e ficar cremoso, pôr os demais ingredientes e bater até ficar bem homogêneo e engrossar.

Finalização:

  • Despejar o molho por cima da carne e acompanhar com o chantily, que é servido à parte. Outra sugestão é servir com purê de batata baroa.

Saiba mais sobre o Buriti : A grande estrela do sertão

Conheça a farinha e o óleo para cozinhar:

*Receita fornecida para o Projeto Sabores de Minas pelo Chef e Professor Danilo Simões, alguns anos atrás, no município de Montes Claros-MG

Chef Danilo Simões hoje comanda o Restaurante Bordô GastroVino em BH Foto: Marcos Michelim- EM/Sabores de Minas

Pérolas do cerrado

Fonte de sustento para milhares de pessoas, os frutos do cerrado alcançam, a cada dia, mais admiradores. Para sorte do bioma, ameaçado pela devastação, e para a nossa também, que podemos conhecer e desfrutar de tão saborosas riquezas. As iguarias do sertão mineiro já caíram nas graças até da alta gastronomia. Basta ver as invenções de chefes como o mineiro Danilo Simões. Natural de São João del-Rei, ele se mudou para Montes Claros para ficar mais perto dos frutos do cerrado, que foram tema de sua tese de mestrado.

Formado em biologia, Danilo descobriu na culinária sua verdadeira paixão, que pode ser conferida no recém-inaugurado Bar Sertão, onde, como o nome sugere, não faltam sabores regionais. No cardápio, combinações inusitadas e com nomes desconhecidos por muitos chamam a atenção. Espaguete ao pesto de baru, filé com coquinho azedo e batata frita no óleo de pequi são alguns dos itens. Outra criação de Danilo reverencia o buriti, considerado o ouro do cerrado.

Com ele, o chefe prepara um molho e um chantily que acompanham filé e carne serenada. Para os que nem imaginam o paladar da combinação, fica difícil explicar. É possível dizer que é, no mínimo, surpreendente. É o cerrado nos presenteando com o que tem de melhor.

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais – O município de Montes Claros está localizado no Território do Cerrado/Pequi

EA/TG CERRADO/PEQUI

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
551
Article Categories:
Receitas