A mãe que comprou queijo com o cartão da filha sem avisar

Confira essa história interessante da mãe que comprou o queijo com o cartão da filha sem avisar. A coluna é do Osvaldinho, do Queijo de Alagoa.

Confira essa história interessante da mãe que comprou o queijo com o cartão da filha sem avisar. A coluna é do Osvaldinho, do Queijo de Alagoa.

Por Osvaldo Filho, Queijo de Alagoa*

Recebi um e-mail com o assunto: “Compra Suspeita”. No corpo da mensagem, uma moça estava assustada, pois recebeu um e-mail confirmando uma compra de um Queijo Alagoa Grande, com o endereço da casa dela em Matão, no Paraná. O motivo da suspeita era que o cartão de crédito dela teria sido usado para a realização da compra. E ela mesma não tinha comprado queijo algum.

Ao receber a mensagem, consultei o endereço e realmente havia uma compra realizada, o queijo já havia sido enviado e já estava a caminho! Pedi pra ela verificar com os membros da casa (no fundo, no fundo, presumi que algum filho tinha comprado queijo pra dar de presente no Dia das Mães, mas não podia afirmar).

Hoje, recebo a resolução do caso: “foi minha mãe que comprou e esqueceu de me avisar”. As mães de hoje em dia não querem mais ganhar utensílios domésticos ou perfumes e cosméticos. As mães evoluíram! Se os filhos não acertam em cheio, elas vão lá e fazem a compra online! (risos)

Foto: reprodução Instagram

Já somos fãs da mãe da Bárbara! E com este case de sucesso, queremos desejar muitas felicidades a todas as mamães! As que gostam de queijo são melhores mães. Mas independente disso: felicidades a estas guerreiras, heroínas, batalhadoras que emanam amor incondicional!

Imensamente “gradicido”!

*Osvaldo, filho da Clarice! E você, é filho de quem?

Leia também: a história de Osvaldinho de Alagoa e os queijos artesanais.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
3 0
Views:
530
Article Categories:
Coluna