Cachaça Vista Alegre: Poesia Engarrafada

Conheça, na visão poética de nosso colaborador José Janser, um pouco sobre o processo de produção de uma das melhores cachaças artesanais de alambique produzidas no município de Araçuaí no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais

Conheça, na visão poética de nosso colaborador José Janser, um pouco sobre o processo de produção de uma das melhores cachaças artesanais de alambique produzidas no município de Araçuaí no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais

Um brinde à boa dose

Fotos: Natalia Ferreira

Por: José Janser*

Brotada em terras áridas, o doce da cana vem da concentração da sacarose pela escassez de água. Cana madura, cana doce, garapa gostosa. Alimento farto para bactérias anaeróbicas que transformam o doce em álcool, bactérias que se aninham num fermento natural feito de milho e farelo de arroz.

Cana cortada a podão, transportada em lombo de burros a passos lentos nas cangalhas feitas artesanalmente.

Extraído o caldo, a garapa, resta o bagaço, que jogado no curral alimenta o gado (parco), que pelo pisoteio e absorção de dejetos se transforma num excelente adubo orgânico que alimenta o chão, que gesta a cana, que dá a luz à cachaça Vista Alegre.

Bom apetite.

Fotos Danilo Soares:

Veja outra coluna do colaborador José Janser: A Venda de Seu Mundé – Coisas do Interior de Minas Gerais

* José Janser é cronista, nascido em Araçuaí-MG, apaixonado pelas coisas simples e gostosas do interior, e colaborador do Territórios Gastronômicos do Norte de Minas

Mapa dos Territórios Gastronômicos: O município de Araçuaí está localizado no Território Rios/Jequitinhonha

EA/TG – RIOS/JEQUITINHONHA

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
177
Article Categories:
Coluna