Pamonha doce: deliciosa receita com queijo e goiabada

Aprenda a fazer uma das receitas mais representativas das identidades gastronômicas de Minas Gerais. As pamonhas do centro oeste e do oeste mineiros são especiais. Confira esta que vem de Patrocínio no Território do Cerrado/Alto Paranaíba.

Aprenda a fazer uma das receitas mais representativas das identidades gastronômicas de Minas Gerais. As pamonhas do centro oeste e do oeste mineiros são especiais. Confira esta que vem de Patrocínio no Território do Cerrado/Alto Paranaíba.

Pamonha Romeu e Julieta

Da Série Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ingredientes:

– 10 espigas de milho

– 200 gr de açúcar refinado

– 100 g de manteiga derretida

– 1 pitada de sal

– 1 colher (café) de fermento químico em pó

– 1 pitada de canela em pó

– Goiabada cascão e queijo-de-minas para rechear

Material

– Palha de milho verde

– Barbante ou linha

Modo de Preparo:

Ralar as espigas de milho e coar. Desprezar o bagaço e misturar bem a parte coada com o açúcar, a manteiga, o sal, o fermento e a canela. Fazer um copo com as palhas de milho, unindo as laterais e dobrando o fundo, como se fosse um envelope. Virar a massa nesse copo, pôr no meio uma fatia de queijo e um pedaço de goiabada e fechar novamente com outro copinho de palha, obedecendo o mesmo processo, só que no sentido e inverso.

Amarrar com barbante. Cozinhar por 40 minutos em água fervente.


*Receita fornecida por Rubens Fernando de Figueiredo e Rosa Figueiredo, de Patrocínio para o Projeto Sabores de Minas

(foto: Marcos Michelin/EM)
(foto: Marcos Michelin/EM)

Da tradição à criatividade

Malas prontas, mãos no volante e pé na estrada! O Sabores de Minas de fevereiro parte para mais uma aventura gastronômica, tendo como destino cidades do Alto Paranaíba. Terra de belas paisagens, a região é famosa por suas vastas plantações de milho e café, que enchem os olhos de quem viaja por suas estradas. E é por isso que nossa primeira receita não poderia deixar de privilegiar um desses ingredientes.

A expedição começa em Patrocínio, a 402 quilômetros de BH. Com uma pamonha quentinha servida à mesa, o casal Rubens e Rosa de Figueiredo recepciona os viajantes. Engenheiro civil, Rubens, que já lidava com plantio de milho, resolveu unir os dotes culinários da esposa ao seu espírito empreendedor para criar a marca Melhor Sabor. “Começamos com 25 pamonhas. O Rubens saiu na rua para vender e em 15 minutos já havia encomenda”, recorda Rosa, que valeu-se de receitas de sua mãe para preparar as iguarias.

Da pamonha tradicional, o casal partiu para criações mais ousadas, como frango com azeitona, goiabada com queijo e até mesmo pernil com jiló. Todas essas delícias, além de mingau, polenta e suco, podem ser saboreadas em feiras da cidade, durante quase todos os dias da semana. Para quem é de fora, vale anotar esta preciosa dica: basta encomendar que, de algum jeito, os produtos chegam à capital. Não deixe de saborear!

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: O município de Patrocínio está localizado no Território Cerrado/Alto Paranaíba

EA/TG – CERRADO/ALTO PARANAÍBA

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.