Broa de Cará: deliciosa receita das mestras dos quintais de Minas

Aprenda esta receita fácil, deliciosa e com sabor dos fornos e dos quintais das mestras quitandeiras de Minas Gerais.

Aprenda esta receita fácil, deliciosa e com sabor dos fornos e dos quintais das mestras quitandeiras de Minas Gerais.

BROA DE CARÁ-BARBADO

Da Série: Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ingredientes:

– 2 kg de cará barbado descascado e ralado no ralo fino

– 1 kg de fubá de moinho d’água

– 4 ovos

– 250 ml de açúcar cristal

– 1 copo (tipo americano) de óleo, mais o suficiente para untar

– 1 pitada de sal

– 100 g de fermento biológico

– 250 g de farinha de trigo

– Canela e cravo a gosto

– 1 copo (americano) de leite

Modo de Preparo:

Em uma vasilha, misturar o fermento com a farinha de trigo e o leite. Deixar descansar por alguns instantes, até o fermento reagir e a massa crescer. Pôr o cará, os ovos, o açúcar, o óleo, o sal e o cravo ou a canela e bater bastante com uma colher, até a massa começar a borbulhar. Pôr o fubá e misturar. Despejar a massa em um tabuleiro untado com óleo e levar ao forno, pré-aquecido a 180 graus. Assar até crescer e dourar.

*Receita fornecida por Marilene de Souza, de Igarapé para o Projeto Sabores de Minas

Doce magia dos quintais

Quem acompanha o Sabores de Minas sabe que, em toda jornada, há sempre aquele momento gostoso de parar para saborear o café da tarde. Quitandas bem feitas, cafezinho passado na hora, queijo mineiro e, é claro, prosa das melhores compõem as mesas no cair do sol. Em Igarapé, o tão aguardado ritual ocorre na Fazenda do Batatal, com iguarias carinhosamente preparadas por Nelsa e sua irmã, Marilene de Souza.

Ao lado de roscas e biscoitos de polvilho, desfila uma curiosa e antiga receita. A broa de cará-barbado, apresentada por Marilene, é mais uma amostra de que valorizar os frutos da terra é, de fato, o forte do povo de Igarapé. Marilene explica que não é comum comer o cará-barbado puro, como se come o inhame. “Aqui, a gente usa só para fazer a broa mesmo. O pessoal da cidade gosta muito da receita e, por isso, não é difícil encontrar o cará no mercado.”

Além de enriquecer as mesas de café, a broa, e outras iguarias, como pé de moleque e cocada, dão sabor às tradicionais festas juninas, que, aliás, já estão se aproximando.

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: O município de Igarapé está localizado no Território Central/Entorno

EA/TG – CENTRAL/ENTORNO

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.