Torta de Iogurte: uma receita dos anjos

Um presente dos céus… assim a Sylvia Vianna de Lavras Novas, distrito de Ouro Preto, definiu esta receita, ao recebê-la de uma desconhecida com os ensinamentos para utilizar os moranguinhos, amoras ou mesmo framboesas silvestres dos espinhentos arbustos no seu jardim. Não importa o nome que cada um dá à estas frutas azedinhas, mas uma coisa é certa, vale cada arranhão ao colhê-las, pois harmonizam muito bem com o delicado creme de iogurte e com a crocância da massa. É de comer rezando! Experimente!

Um presente dos céus… assim a Sylvia Vianna de Lavras Novas, distrito de Ouro Preto, definiu esta receita, ao recebê-la de uma desconhecida com os ensinamentos para utilizar os moranguinhos, amoras ou mesmo framboesas silvestres dos espinhentos arbustos no seu jardim. Não importa o nome que cada um dá à estas frutas azedinhas, mas uma coisa é certa, vale cada arranhão ao colhê-las, pois harmonizam muito bem com o delicado creme de iogurte e com a crocância da massa. É de comer rezando! Experimente!

Torta de iogurte com morangos silvestres

Da Série: Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ingredientes:

Para a massa

– 2 xícaras (chá, não muito cheias) de farinha de trigo

– 3 colheres (sopa, cheias) de manteiga

– 1 gema

– 2 colheres (sopa, rasas) de açúcar refinado

– 1 colher (sopa, rasa) de fermento em pó

Para a geléia

– 2 xícaras (chá) de morangos silvestres picados

– Meia xícara (chá) de açúcar refinado

Para o recheio

– 1 lata de leite condensado

– 2 latas de creme de leite (sem soro)

– 2 copos (americanos) de iogurte natural desnatado (sem soro)

Modo de Preparo:

A massa

Misturar todos os ingredientes secos. Pôr a manteiga. Mexer com um garfo, até virar uma farofa. Colocar a gema. Terminar de misturar a massa com um pouco de água fria. Levar ao forno por 10 minutos, em uma fôrma média para tortas. Reservar.

A geléia

Levar todos os ingredientes ao fogo baixo e misturar bem, até obter uma calda grossa. Reservar.

O recheio

Misturar todos os ingredientes. Reservar.

A montagem

Despejar o recheio sobre a massa. Levar ao forno por 20 minutos. Retirar e deixar esfriar. Cobrir com a geléia e levar à geladeira. Servir gelada.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 20200710185221456932a.jpg

*Receita fornecida por Sylvia Vianna, de Lavras Novas para o Projeto Sabores de Minas

Se Lavras Novas exala magia, imagine o que não dá de anjos por ali. No Restaurante e Doceria Café Menestrel, eles já deram o ar da graça. Um belo dia, uma senhora muito simpática chegou e experimentou as delícias. Seis meses depois, ela voltou e deu uma receita a Sylvia Vianna, dona do estabelecimento, e nunca mais apareceu. “Foi um anjinho na minha vida”, conta Sylvia. O presente dos céus, a torta de iogurte, é hoje a marca registrada do Menestrel.

A sobremesa também envolve mistérios no modo de preparo. Sylvia conta que, quando ganhou a receita, não estava em bom estado de espírito, o que fez com que o doce não desse certo. “Quando melhorei, consegui fazer o quitute”, diz. Deliciosa, a iguaria é coberta com calda de morango silvestre, o que a deixa ainda mais charmosa. Quem experimenta, não se contenta com apenas um pedaço. Irresistível. O sabor do morango também tem mistérios.

A fruta, que dá aos montes no distrito, não é bem aceita pelos moradores, devido à acidez. “É a fruta que nem as vacas comem, pois os espinhos as espantam”, diverte-se. Mas, para a torta, é indispensável. O bom gosto que o diga. Morar em Lavras Novas também foi um presente que Sylvia recebeu em 1999, ano em que o marido, o ator Jonas Bloch, foi o anjo. No Natal, ele lhe deu um presente inusitado: uma pá de jardim.

Junto dela, um envelope com a escritura de um terreno. Assim, o sonho de morar nas montanhas se concretizou. “Aqui é tudo feito com açúcar e com afeto”, brinca. Que os anjos digam amém!

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: O distrito de Lavras Novas, no município de Ouro Preto está localizado no Território Central/Entorno

EA/TG – CENTRAL/ENTORNO

Veja mais receitas dos Quintais e Quitandas de Minas Gerais:

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.