Futuros chefs criam empreendimentos inovadores

Conheça as ideias inovadoras de empreendimentos gastronômicos propostas por alunos que estão prestes a se tornar gastrônomos.

Conheça as ideias inovadoras de empreendimentos gastronômicos propostas por alunos que estão prestes a se tornar gastrônomos.

Por Isabel de Andrade*

Ideias inovadoras e desafiadoras no segmento da gastronomia. É o que propõem os alunos que estão prestes a se formar no Centro Universitário UNA em Belo Horizonte. Eles criaram projetos de empreendimentos que serão apresentados na 10ª edição do GastroUna, um dos principais eventos de gastronomia do centro universitário, que será promovido no dia 9 de dezembro, a partir das 8h30, e transmitido pelo YouTube.

Para a professora Rosilene Campolina, idealizadora do GastroUna, essa é uma oportunidade para os futuros gastrônomos se conectarem com o mercado. (Foto: divulgação)

A mostra acadêmica, que marca a conclusão do semestre, reforça a vocação como excelente oportunidade para os alunos se conectarem com o mercado e terem a experiência da criação de um empreendimento, desde a sua idealização, custos, estratégias de marketing, planejamento, cardápio até sua abertura.

Um dos empreendimentos concorrentes é o BANC’s. Bebidas Alcoólicas Não Convencionais é um inovador bar por delivery que tem o objetivo de levar até o cliente a experiência de finalizar e saborear drinks e petiscos com sabores diferenciados. A BANC’s traz como conceito a perspectiva da sustentabilidade com foco no uso das PANC’s (plantas alimentícias não convencionais) na criação e elaboração dos drinks e petiscos. O delivery trabalha a logística reversa com embalagens recicláveis e retornáveis, proporcionando ganho econômico e ambiental, tanto para o cliente como para o empreendimento.

Outro empreendimento é a cafeteria Cadim de Minas, um lugar onde a cultura e os alimentos se encontram, com um cardápio e eventos culturais mostrando a arte local e regional do estado de Minas Gerais.

A Jaci Café é uma cafeteria especializada em brunch, inspirada nos diferentes cafés da manhã das regiões brasileiras. O empreendimento tem como objetivo apresentar ao público o quanto o Brasil é diverso e rico, mostrando o que as pessoas consomem na primeira e mais importante refeição do dia. A Jaci Café foca no conceito slow food, trabalhando a ecogastronomia e valorizando a sustentabilidade. O estabelecimento possui uma horta agroecológica que fornece produtos para o preparo dos pratos. A cafeteria trabalha com o aproveitamento integral dos alimentos, utilizando compostagem e reaproveitando a água da chuva para a irrigação da horta.

O Tempero da Serra é um empreendimento gastronômico aos pés da Serra da Moeda, com o legado de utilizar, ao máximo, insumos locais. O foco será a interlocução com pequenos produtores e a agricultura familiar, valorizando o comércio “fair trade”, com o conceito do “bom”, “limpo” e “justo”. O Tempero da Serra vai propor, além de uma boa comida, uma deliciosa viagem, e o cliente poderá visitar a horta, almoçar com uma bela vista e, se desejar, poderá fazer passeios pela região onde a natureza oferece cachoeiras, trilhas e centros históricos. Os produtos e as artes centenárias farão parte desse circuito que inclui o Museu dos Escravos, a Casa da Moeda, pequenas fabriquetas de doces e queijos tradicionais da região, e tudo isso estará disponível durante essa visita pela pequena cidade de Moeda. O cardápio será sazonal, de forma a aproveitar os sabores e ingredientes locais, finalizando, assim, uma incrível e surpreendente jornada pela região do Tempero da Serra.

Os trabalhos serão avaliados por especialistas e personalidades da gastronomia. Entre eles o presidente da Abrasel MG, Matheus Daniel; o diretor da Federacion Latino America de Gastronomia para Centro América, Paulo Rodrigues; a proprietária e administradora do Restaurante Dona Lucinha, Márcia Nunes; a jornalista de Rede Minas, Roberta Zampetti; a gerente de Marketing e promoção turística da Belotur, Ana Gabriela Baeta; o coordenador dos cursos de Gastronomia, Publicidade e Propaganda, Jornalismo, Relações Públicas e Moda da UNA, Antônio Terra; A subsecretária de Segurança Alimentar da Prefeitura de Belo Horizonte, Darklane Rodrigues Dias; o gastrônomo e promotor de eventos, Eduardo Maya; o vice-presidente Acadêmico da Ânima Educação e coordenador da área de Turismo & Hospitalidade, Rodrigo Neiva.

A equipe vencedora será premiada. O evento vai ser transmitido pelo Youtube da UNA, com intérprete de libras, e divulgação de um e-book com as receitas desta edição. “Esse foi um ano desafiador para todos e, mesmo diante das dificuldades impostas pela pandemia, os alunos mostraram persistência e criatividade, desenvolvendo projetos inovadores, mostrando-se prontos e capazes para atuarem no mercado de trabalho”, diz a professora e idealizadora do GastroUna, Rosilene Campolina.

Nas próximas edições de Territórios Gastronômicos você vai conferir as receitas compartilhadas pelos integrantes de cada grupo.

Serviço:
Data: 9 de dezembro
Horário: a partir de 9h
YouTube: bit.ly/gastrouna2020

Foto de capa: Pixabay

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
336
Article Categories:
Acontece