Pudim de pão: econômico, gostoso e com sabor de infância

Se você gosta de aproveitar os alimentos para reciclar e criar novas receitas, não pode deixar de experimentar este pudim que se torna uma iguaria a partir de pães dormidos. Dê asas à sua imaginação e incremente sua receita com frutas e outros sabores conforme dicas da quitandeira Dona Gracinha de Bocaiúva-MG.

Se você gosta de aproveitar os alimentos para reciclar e criar novas receitas, não pode deixar de experimentar este pudim que se torna uma iguaria a partir de pães dormidos. Dê asas à sua imaginação e incremente sua receita com frutas e outros sabores conforme dicas da quitandeira Dona Gracinha de Bocaiúva-MG.

Pudim de pão

Da Série: Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ingredientes:

– 10 pães franceses de 50 g dormidos (de um dia para o outro)

– 1 litro de leite

– 50 g de passas pequenas e sem sementes

– 3 ovos

– 650 g de açúcar cristal

– 100 g de queijo minas, ralado

– Canela a gosto

Modo de Preparo:

Deixar os pães, cortados ao meio, mergulhados no leite durante cinco minutos. Acrescentar os demais ingredientes e misturar rapidamente com as mãos ou colher de pau, evitando esmigalhar os pedaços de pão. Despejar toda essa massa num tabuleiro untado com manteiga e polvilhar, por cima, com queijo ralado, um pouco de açúcar cristal e canela em pó. Levar ao forno (180 graus), durante uma hora, até dourar.

Podem ser acrescentados à mistura, antes de assar, laranjas e figos cristalizados, bem picadinhos.


*Receita fornecida por Maria das Graças Resende, de Bocaiúva para o Projeto Sabores de Minas

Invejável economia

A vitrine da lanchonete e doceria Dona Gracinha atrai o olhar de quem passa na avenida Francisco Dumont, 324, Centro de Bocaiúva, a 369 quilômetros de Belo Horizonte. Por trás dos vidros, estão as melhores criações da proprietária, Maria das Graças Resende Alvim, que começou com um pequeno tabuleiro na porta e, em apenas três anos, ganhou respeito e freguesia cativa. Muito apropriadamente, batizou a loja com o seu apelido e se tornou referência de qualidade e boa procedência.

Deixam saudade o brigadeiro, o pudim de pão, o doce de leite e o pé-de-moleque feito com amendoim e leite condensado. “Esse é o meu carro-chefe, não dou a receita de jeito nenhum”, avisa dona Gracinha, enquanto supervisiona, ao lado do filho e sócio, Márcio, o trabalho da doceiras na cozinha, no fundo da casa. Com um sorriso, ela conta que aprendeu o ofício com os pais, na fazenda, mexendo o tacho sobre o fogão a lenha.

Manteve a tradição e faz questão de que todo o processo continue o mesmo, logicamente com o seu toque pessoal e inconfundível. Uma de suas melhores sugestões é o pudim de pão, que remonta aos tempos de infância e representa uma ótima alternativa para as famílias. “É gostoso e econômico, pois pode ser feito com as sobras de pães.” Com a força e criatividade de dona Gracinha, a cidade ganha um sabor especial depois dessa parada.

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: O município de Bocaiúva está localizado no Território Cerrado/Pequi

EA/TG – CERRADO / PEQUI

Veja mais receitas das Quitandas de Minas Gerais:

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.