Sequilhos mágicos: desaparecem na boca

Aprenda a preparar mais uma deliciosa quitanda dos quintais de Minas Gerais. Os Sequilhos da Mestra Maria do Rosário de Acaiaca-MG contam parte da história dos fornos da cidade, desde os tempos coloniais, e dizem por lá, que eles são abençoados e mágicos pois desmancham e desaparecem rapidamente na boca. Perfeitos para acompanhar um chá de ervas frescas da horta ou mesmo um cafezinho especial. com uma boa prosa. Experimente!

Aprenda a preparar mais uma deliciosa quitanda dos quintais de Minas Gerais. Os Sequilhos da Mestra Maria do Rosário de Acaiaca-MG contam parte da história dos fornos da cidade, desde os tempos coloniais, e dizem por lá, que eles são abençoados e mágicos pois desmancham e desaparecem rapidamente na boca. Perfeitos para acompanhar um chá de ervas frescas da horta ou mesmo um cafezinho especial. com uma boa prosa. Experimente!

Da Série Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

INGREDIENTES

600 g de amido de milho

1 lata de leite condensado

2 ovos

3 colheres (sopa) de manteiga

1 colher (sopa) de fermento em pó

COMO FAZER

Misturar os ingredientes e sovar, por aproximadamente 10 minutos, até a massa ficar lisa e homogênea (bem misturada).

Fazer bolinhas e pôr num tabuleiro untado com manteiga e polvilhado com farinha de trigo.

Sobre cada bolinha, fazer uma cruz, com a ponta de uma faca fina.

Levar ao forno (200 graus). Ficar atento, pois o sequilho deve ficar mais claro, sem corar muito.

*Receita fornecida por Maria do Rosário Pereira do município de Acaiaca para o Projeto Sabores de Minas

Crocantes e Divinos

O dia nem clareou e os viajantes já estão com o pé na estrada. Desta vez, o roteiro passa pelos vales e montanhas ao longo do Rio Piranga, norte da Zona da Mata.

Passeio memorável pois, quanto mais se conhece a região, mais se constata que a palavra exata para defini-la é identidade.

Cada cidade tem uma receita, nova ou antiga, que retrata sua história, a produção local, como se fossem marcas das gerações. Para começar bem, saboreamos uma quitanda abençoada.

Duvida? Basta olhar o sequilho e ver a cruz sobre ele, feita com carinho. A origem do sinal ninguém sabe, porém o sabor é divino.

Em Acaiaca, a 154 quilômetros de Belo Horizonte, a dona-de-casa Maria do Rosário Pereira, de 70 anos, recria o biscoito que vem dos tempos coloniais e faz a festa na hora do café.

Na boca do forno, esperando o primeiro tabuleiro da manhã, ela conta que o segredo é deixar o sequilho mais branco, sem corar muito, para não ficar duro.

Portanto, ninguém precisa achar que a tonalidade clara é pressa de cozinheira.

A infância passada na roça, à beira do fogão a lenha, aguçou a curiosidade e aprimorou o talento de Maria do Rosário, que adora surpreender os sobrinhos com um lanche gostoso.

Diante da fornada, impossível resistir, e todo mundo volta a ser criança.

Na partida, a bênção, minha senhora, e até a próxima!

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: O município de Acaiaca está localizado no Território Mantiqueira/ Doces Montanhas

EA/TG – MANTIQUEIRA/DOCES MONTANHAS

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.