Charlotte de frutas vermelhas: uma sobremesa que impõe respeito

Aprenda com a chef Mari Guimarães a preparar a charlotte de frutas vermelhas, uma sobremesa sofisticada e muito saborosa.

Aprenda com a chef Mari Guimarães a preparar a charlotte de frutas vermelhas, uma sobremesa sofisticada e muito saborosa.

Por Isabel de Andrade*

Apesar de ser uma sobremesa muito popular entre os franceses, a charlote tem origem inglesa. Ela foi criada no início do século XIX e o nome é uma homenagem à princesa Charlotte, integrante da monarquia britânica. A torta é sofisticada e perfeita para ser servida em ocasiões importantes. A versão que a chef Mari Guimarães, da Doce Mari Confeitaria, vai ensinar é feita com frutas vermelhas. Confira.

Charlotte de frutas vermelhas

Foto: divulgação

Ingredientes:

Calda:
60 ml (1/4 de xícara) de água
60 g(1/3 de xícara) de açúcar

Base pão de ló:
4 ovos grandes
120 g (2/3 xíc.) de açúcar
120 g (1 xíc.) de farinha de trigo
20 g (1 colher de sopa + 1 colher de chá) de amido de milho

Bavaroise de frutas vermelhas:
180 ml (3/4 de xícara) de leite
60 g de gemas (gemas de 3 ovos mais ou menos)
80 g (1/2 xíc.) de açúcar
7 g (aproximadamente 2 1/2 folhas) de gelatina em folha (ou 10g de gelatina em pó incolor sem sabor)
100 g (1/2 xíc) de geleia de frutas vermelhas
500 g (2 xíc.) de creme de leite fresco batido em ponto de chantili

Para a montagem:
1 pacote de biscoito champanhe
Frutas vermelhas

Modo de preparo:

Calda:
Misture a água com o açúcar em uma panela e leve para ferver. Assim que ferver, desligue o fogo e reserve.

Pão de ló:
Unte e enfarinhe uma forma redonda de 20 cm.

Bata os ovos com o açúcar até que eles fiquem esbranquiçados.

Peneire a farinha junto com o amido de milho sobre a mistura e incorpore com a espátula delicadamente até obter uma massa homogênea.

Asse em forno preaquecido a 180 °C por aproximadamente 15 minutos, ou até que a massa fique dourada.

Tire do forno, deixe esfriar e corte ao meio em dois discos.

Bavaroise:
Misture as gemas com o açúcar.

Ferva o leite. Jogue por cima da mistura de gemas, mexendo sem parar.

Coe a mistura de volta na panela e leve para cozinhar até 82°C (exatamente como um creme inglês), mexendo sem parar com o fouet até obter a consistência de um mingau ralo. Reserve e espere a temperatura abaixar antes de colocar a gelatina.

Hidrate a gelatina em água gelada.

Jogue a gelatina hidratada e misture.

Misture a geleia de frutas vermelhas.

Dica: se quiser fazer um purê em vez da geleia é só bater todas as frutas em um processador até ficar com uma consistência pastosa, bem fina, e coar, se achar necessário.

Bata o chantili.

Coloque 1/3 do chantili na mistura já fria e mexa bem.

Incorpore o restante do chantili e reserve.

Montagem:
Coloque um acetato em toda a volta de uma forma de 21 cm de diâmetro e com fundo removível. Corte um papel-manteiga do mesmo tamanho do fundo e encaixe.

Coloque um dos discos do pão de ló no fundo.

Arrume os biscoitos champanhe em volta da fôrma.

Pincele a calda por todo o disco do pão de ló.

Coloque metade da bavaroise por cima do disco e alise.

Coloque o próximo disco, pincele a calda e coloque o restante da bavaroise.

Leve ao congelador.

Deixe a charlotte por pelo menos 1 dia na geladeira.

Na hora de servir, arrume as frutas vermelhas por cima da charlote para decorar.

Duração
Congelada: 1 mês.
Depois de descongelada: 2 dias.

Serviço:
Instagram: @doce_mari_confeitaria

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 1
Views:
3129
Article Categories:
Receitas
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments