Pão-pizza: não é pão, não é pizza… mas que é bom, é bom!

Uma receita passada de pai para filho, desde que este tinha 7 anos, é o grande sucesso entre os peregrinos que buscam a rota da espiritualidade no Pico da Bandeira em Tombos-MG. O famoso Pão-pizza é alimento obrigatório para carregar as baterias de energia para a caminhada. Veja a receita!

Uma receita passada de pai para filho, desde que este tinha 7 anos, é o grande sucesso entre os peregrinos que buscam a rota da espiritualidade no Pico da Bandeira em Tombos-MG. O famoso Pão-pizza é alimento obrigatório para carregar as baterias de energia para a caminhada. Veja a receita!

Pão-pizza

Da Série: Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ingredientes:

Para a massa

– 1 copo (americano) de água

– 1 ovo

– 1/2 copo (americano) de leite

– 1/2 copo (americano) de óleo

– 3 colheres (sopa) de açúcar

– 1 colher (café) de sal

– 1 colher (sopa, rasa) de manteiga

– 50 g de fermento biológico fresco (de padaria)

– 600 g de farinha de trigo

– 150 g de presunto ralado

Para o recheio

– 100 g de muçarela ralada

– 3 colheres (sopa) de molho de tomate

– 20 g de orégano

Material

– Fôrma de 30 cm de diâmetro

Preparo:

Numa bacia, colocar todos os ingredientes da massa, com exceção da farinha de trigo, e mexer com as mãos, para dissolver bem. Acrescentar, aos poucos, a farinha, até obter massa homogênea e lisa. Deixar descansar durante meia hora, tampada com plástico, até a massa dobrar de tamanho. Dividi-la em duas, fazer uma bola com cada parte e deixar descansar por mais 20 minutos. Abrir a primeira parte com um rolo, sobre superfície polvilhada com farinha de trigo, e colocá-la na fôrma untada com óleo.

Passar o molho de tomate na massa (menos na borda). Misturar o presunto à mussarela e espalhar sobre a massa. Salpicar com orégano. Abrir a outra parte da massa e cobrir o recheio. Pincelar com gema de ovo e pôr um pouco mais de orégano, para decorar. Deixar descansar por meia hora, para crescer mais. Assar por 30 minutos em temperatura de 140 graus.


*Receita fornecida por José Roberto Ferreira do Prado da cidade de Tombos para o Projeto Sabores de Minas

Inovação ao forno

Tombos, a 383 quilômetros de Belo Horizonte, é o marco zero do Caminho da Luz, rota que leva os peregrinos até o Pico da Bandeira, numa trajetória de espiritualidade, beleza e conhecimento. Para ter energia ao longo da estrada, é bom carregar as baterias e se alimentar bem. Na cidade, a melhor pedida é o pão-pizza, encontrado na padaria Mariza, na Rua Bento Machado, 865, no Centro, que tem grande variedade de produtos e tradição de 30 anos no mercado.

Na ampla área de panificação, o confeiteiro e padeiro José Roberto Ferreira do Prado, de 28 anos, mostra que entende do riscado, comandando “a massa” como se fosse um maestro. Faz verdadeiras delícias nas fôrmas de todos os tamanhos, como aprendeu, aos 7 anos, com o pai, José Geraldo. Com a receita na ponta da língua – e mostrando que qualquer comida deste mundo pode ser tropicalizada e feita em casa -, José Roberto separa os ingredientes, lembrando que o recheio é bem simples: presunto e mussarela ralados, com molho de tomate.

“Só não pode ser passado nas beiradinha da primeira camada”, orienta. Com movimentos vigorosos e ritmados, ele prepara a massa, divide ao meio, deixa descansar, abre com rolo até deixá-la no jeito ideal. Depois vem o arranjo na fôrma, a base, o recheio e a cobertura. Todos acompanham com atenção e esperam pelo resultado. A conversa nem terminou ainda, quando o pão-pizza sai do forno, em grande estilo pronto para receber muitos elogios.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.