Bolo de Verão: mais uma doçura gelada com sabor de festa

Mais uma receita com gosto de alegria. Este bolo de Verão foi criado em 2005, a partir de uma disputa de receitas, que se tornou tradicional entre vizinhos num bairro de Belo Horizonte. Experimente!

Mais uma receita com gosto de alegria. Este bolo de Verão foi criado em 2005, a partir de uma disputa de receitas, que se tornou tradicional entre vizinhos num bairro de Belo Horizonte. Experimente!

Bolo de verão

Da Série: Doces dos Quintais de Minas Gerais*

Ingredientes:

– 1 lata de leite condensado

– Leite integral (duas vezes a mesma medida do leite condensado)

– 1 colher (sopa) de amido de milho

– 4 gemas peneiradas

– 4 claras

– 5 colheres (sopa) de chocolate em pó

– 5 colheres (sopa)de água

– 9 colheres (sopa)de açúcar cristal

– 1 lata de creme de leite

Material

– 1 fôrma de bolo redonda com 30 centímetros de diâmetro

Preparo:

Em uma panela, pôr o leite condensado, o leite integral, o amido de milho e as gemas peneiradas. Misturar bem e levar ao fogo, até engrossar. Reservar e deixar esfriar. Bater as claras em neve, pôr quatro colheres (sopa) de açúcar e o creme de leite. Mexer até virar um chantili. Misturar ao primeiro creme. Em uma xícara (chá) pôr o chocolate, o restante do açúcar e a água. Misturar bem e despejar essa calda na fôrma do bolo.

Pôr o creme misturado ao chantili. Cobrir a fôrma com papel alumínio e levar ao congelador de um dia para o outro. Servir acompanhado de salada de frutas.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 20200710163331492471a.jpg

* Receita fornecida por Maria Aparecida do Santos, de Belo Horizonte para o Projeto Sabores de Minas

Da cor da estação

Os vizinhos de Maria Aparecida dos Santos, no Bairro Santa Branca, na Região da Pampulha, em BH, sabem muito bem que cerimônia não combina com cozinha. Quando alguém precisa de açúcar, é só bater à porta de algum morador que será prontamente atendido. Lá, vizinho é sinônimo de amigo da boa mesa. “Somos uma grande família”, conta Cida. Essa amizade, que ultrapassa muros e abre portas, rendeu frutos.

Em 2005, eles se juntaram e criaram um festival de gastronomia do bairro. Cada morador produz algo para ser degustado e avaliado por juízes. “É muito disputado. Todos levam o que criaram de gostoso e, a partir disso, são analisados o sabor, a criatividade e a decoração”, conta. Para quem quer compartilhar da fartura, é cobrado um valor simbólico. A arrecadação se reverte em doações para creches. Nos festivais, a culinária de Cida nunca passou despercebida.

Pelo contrário, foi premiada muitas vezes. “Teve um ano em que ganhei o primeiro lugar com uma receita de dobradinha”, comemora. Mas uma delícia que não pode entrar nesse campeonato é o bolo da estação, que mais parece um sorvete. “Essa receita já passei a todos os meus vizinhos. Eles conhecem de cor o sabor. Por isso, nunca a fiz para a competição”, diverte-se. Deliciosa, a iguaria, além de refrescar, é uma sobremesa perfeita, pois é barata, fácil e rápida.

“Não tem segredo”, diz. Cida é, de novo, medalha de ouro. Com muita honra.

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: A capital de Minas, Belo Horizonte está localizada no Território Central/Região Metropolitana

EA/TG – CENTRAL/REGIÃO METROPOLITANA

Saiba mais sobre os Territórios Gastronômicos de Minas Gerais

Venda do livro: Letramento Editora e Livraria

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.