Biscoito duas cores: aprenda a fazer essa relíquia dos antigos cadernos de receitas

Biscoitos duas cores, leves e perfeitos para acompanhar o café da tarde. Experimente fazer. É muito fácil.

Biscoitos duas cores, leves e perfeitos para acompanhar o café da tarde. Experimente fazer. É muito fácil.

Veja também: Meu caderno de receitas – biscoitos da dona Graça

Biscoito duas cores

Da Série: Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ingredientes:

– 3 xícaras (chá) de farinha de trigo

– 3 xícaras (chá) de açúcar refinado

– 6 colheres (sopa) de chocolate em pó

– 8 ovos caipiras

– 200 g de manteiga da roça

– 1 pitada de sal

– 1 colher (sopa, cheia) de fermento em pó

– 1 kg de amido de milho

Preparo:

Bater os ovos inteiros, juntar o açúcar, a manteiga e misturar bem.

Acrescentar farinha de trigo, sal, fermento em pó, amido de milho e amassar até que a mistura fique bem homogênea.

Dividir a massa em duas partes.

Pôr, numa delas, o chocolate.

Fazer um rolo comprido de cada massa.

Para modelar, pegar um pouco de massa de cada um dos rolos e trançá-los, fazendo os biscoitos com cerca de 5 cm de comprimento.

Pôr num tabuleiro untado com manteiga e assar, em forno médio, durante 20 minutos.

*Receita fornecidas por Maria de Fátima Lima Ferreira, de Rio Preto para o Projeto Sabores de Minas

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 20200710165424174450a.jpg
Biscoito duas cores – Quitandeira Maria de Fátima Ferreira/Rio Preto MG


Baú de prosa e paladar

Quem pensa que a parada em Rio Preto terminou, se enganou. Há mais surpresas e descobertas pela frente, como prova Maria de Fátima Lima Ferreira, de 54 anos, dona de muito talento e de um caderno repleto de antigas e novas receitas de quitandas, bolos, licores e conservas. Para começar, ela apresenta o biscoito duas cores, que enfeita a mesa da sala, enche os olhos e atiça o paladar. Desce suave com o café coado na hora, dupla perfeita para começar o dia e garantir bom humor.

Depois dessa primeira fornada, vem outra. E Maria de Fátima surge com a bandeja do biscoito de cerveja – “que não deixa ninguém tonto”, assegura. “Só não pode ter cerveja preta na massa”, avisa, para nada desandar. Mais um cafezinho e boas histórias no ar, dos tempos da avó, Mariana, que deixou de herança o gosto pela culinária e a certeza de que “o movimento das mãos, ao amassar o pão, suaviza a cabeça”.

Belas palavras que se tornaram filosofia e são seguidas à risca no cotidiano. Com muitos fregueses, ela lembra que, quem passar pela cidade, pode encomendar os produtos ou visitar a Feira da Roça e Artesanato, todos os sábados, a partir das 8h, na Praça Barão de Santa Clara, no Centro. Na sua barraca, há delícias recém-saídas do forno, assim como de outras mestras de Rio Preto.

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: O município de Rio Preto está localizado no Território Mantiqueira/Ibitipoca

EA/TG – MANTIQUEIRA/IBITIPOCA

Veja mais receitas de biscoitos dos Quintais de Minas Gerais

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.