Bolinho de couve flor: tempero pra lá de bom

Aprenda a preparar esses deliciosos bolinhos de couve flor

Aprenda a preparar esses deliciosos bolinhos de couve flor

Veja Também: Couve-flor recheada – saia do trivial e se surpreenda com esta receita

Bolinho de couve flor

Da Série: Petiscos dos botecos de Minas Gerais*

Ingredientes:

  • 1 couve flor média
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 2 ovos
  • 2 copos(americano) de leite
  • 2 copos (americano) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) fermento químico em pó
  • óleo para fritar
  • sal

Preparo:

Lavar e cortar a couve flor em pedaços, sem as folhas, e cozinhar em água com sal

Escorrer e deixar esfriar

Misturar com os demais ingredientes e fritar as colheradas em óleo quente, o suficiente para cobrir os bolinhos

Bolinhos fritos de couve flor: petiscos com o legume que faz parte das identidades gastronômicas de Rio Manso-MG

*Receita fornecida por Conceição Aparecida Menezes, do Distrito de Souza, município de Rio Manso, para a Revista Sabores de Minas -Roteiros Gastronômicos

Conceição Aparecida Menezes e seus deliciosos bolinhos de couve flor

Tempero pra lá de bom

Há morador que diga, sem receio de soar exagerado, que Rio Manso, a 62 quilômetros de Belo Horizonte, é a capital mundial da couve-flor. Não dá pra garantir que tal informação seja verdadeira, mas é fato que o município lidera o fornecimento do vegetal para o Ceasa Minas.

Sua importância econômica e cultural é tão forte que, anualmente Rio Manso, especificamente o distrito de Souza, promove a tradicional Festa da Couve-Flor. O evento é uma oportunidade para que os produtores troquem experiências, e que o público saboreie deliciosas receitas à base do ingrediente.

Conceição Aparecida Menezes, a Cãozinha já esteve à frente da organização da festa. A ela foi incumbida a função de elaborar os pratos feitos com a couve-flor. Tarefa fácil, já que um de seus irmãos é produtor e, por isso, Cãozinha ha muito tempo acostumou-se a usar o vegetal no cardápio.

Uma de suas criações é um prático e saboroso bolinho, receita obrigatória em seu restaurante, o Le Galope. Cozinheira da casa por três anos, há dois recebeu a proposta do antigo dono para comprar o estabelecimento. Contudo vale ressaltar que, mesmo assumindo o posto de dona, Cãozinha não abandonou as panelas. Afinal de contas, seu tempero já conquistou freguesia que vem de longe somente para saboreá-lo.

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: o município de Rio manso está localizado no Território Central/Entorno

EA/TG – CENTRAL/ENTORNO

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.