Conheça 5 receitas das mestras de Paracatu, o paraíso das quitandas em Minas Gerais

Conheça 5 das melhores receitas que conferem o título de Paraíso das Quitandas à cidade histórica de Paracatu em Minas Gerais

Conheça 5 das melhores receitas que conferem o título de Paraíso das Quitandas à cidade histórica de Paracatu em Minas Gerais

Ouça o audio sobre a origem das queijadinhas e sua história no Brasil

AS QUEIJADINHAS DE PARACATU – Obras de Arte com Texturas e Sabores Inigualáveis

Paracatu e suas Mestras Quitandeiras preservam tradições históricas

Arte e sabor- Queijadinhas de Paracatu ( Foto Arquivo TG)
Raspa ou mandioca ralada e seca ou pilada como farinha (Foto: Arquivo TG)
Mestra Jeanete é uma das artistas de Paracatu que preservam esta tradição das queijadinhas pinicadas ( Foto arquivo TG )

RECEITA 1

Queijadinhas de Paracatu

Da Série Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ouça o audio com o passo a passo da receita

Ingredientes:

Para a massa:

  • 1 kg de farinha de trigo
  • 1 copo de banha de porco
  • 3 copos de água morna até dar o ponto de abrir a massa
  • 1 ovo inteiro

Para o recheio:

  • 1/2 kg de açúcar refinado
  • 5 ovos
  • 2 copos de raspa de mandioca
  • 1/2 kg de queijo curado ralado bem fino
  • 1 colher (chá) de noz moscada ralada

Preparo:

Massa:

Faça uma cova no centro da farinha e coloque a banha e os ovos, juntando a água aos poucos

Comece a misturar com a ponta dos dedos e depois passe a sovar

O resultado deve ser uma massa bem firme para abrir com o rolo

Obs: Descanse pelo menos 1 hora em saco plástico e abra fininha

Recheio:

Bata as claras em neve em pico duro

Retire a pele das gemas e misture nas claras batendo

Junte o açúcar (batendo) e espere dissolver

Junte o queijo, a raspa e a noz moscada

Montagem:

Corte a massa em círculos de 6 a 8 cm de diâmetro e “pinique”com a ponta dos dedos as bordas e faça cerca de 9 a 10 orelhinhas

Encha com o recheio

Pré-aqueça o forno e asse em forno médio ( 160 a 180 graus)

Aprenda a fazer as melhores e mais gostosas empadinhas do mundo

Aprenda esta receita tradicional das quitandeiras de Paracatu – Minas Gerais. Experimente, é bem fácil de fazer e as empadinhas de pele bem fina ficam deliciosas.

RECEITA 2

Empadinhas de pele fina de Paracatu

Da Série Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ouça o áudio da receita

Empadinhas de Pele Fina de Paracatu-MG – Mestra Fatinha – Fotos Arquivo TG

Ingredientes

Massa

1 kg de farinha de trigo especial

2 ovos

1 copo americano de óleo (ou banha de porco)

1 colher de chá de sal

Água morna aos poucos

Recheio

1 kg de frango cozido e desfiado (reserve o

caldo do frango)

1 kg de batatas

500 g de cebola

3 tomates

1 lata de extrato de tomate

Pimentão, Azeitona, Ervilha, Palmito,

Cebolinha e Salsa

Sal a gosto

Preparo

Massa

Misturar os ingredientes, deixando por último a água amassando bem até dar o ponto. ( quando começa a se soltar das mãos).

Deixar descansar por 30 minutos.

Recheio

Continua depois da publicidade

Refogue a cebola, o tomate e o pimentão com o extrato de tomate.

Em seguida, acrescente o caldo do frango deixando levantar fervura e reserve.

Dissolva 3 colheres de farinha de trigo em 1 copo de água e incorpore ao molho.

Acrescente os demais ingredientes, deixando por último a cebolinha e a salsa.

Reserve.

Finalização:

Dona Maria Aparecida, mãe da mestra Fatinha

Separar a massa em duas partes.

Abrir uma parte em um cilindro, de modo que fique com uma espessura bem fina.

Pôr as forminhas em fileira e cobrir com a massa aberta, afundando de modo que encaixe nas fôrmas. ( Utilize uma bolinha de massa passada na farinha )

Mestra Fatinha com sua mãe e irmã

Retirar o excesso de massa e juntar à outra parte.

Pôr quantidades iguais de recheio em cada forminha

Abrir a outra parte da massa, também até ficar bem fina, e pôr por cima das forminhas com o recheio

Cortar uma por uma, acertando com as mãos, de modo que fiquem bem fechadas.

Pincelar o ovo batido com leite por cima de cada uma e levar para assar por 30 minutos.

Bolo de domingo: tradição dos fornos de Paracatu

Conheça o Bolo de Domingo. A receita é preparada com farinha de arroz e banha, e é uma das mais emblemáticas quitandas da Vila do Principe de Paracatu, cidade histórica e oitava vila do ouro de Minas Gerais, conhecida como Capital do Pão de Queijo e Paraíso das Quitandas. Confira!

Receita 3

Bolo de domingo

Da Série Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ouça o áudio da receita

Ingredientes:

  • 1 kg de quirela de arroz (é o farelo do arroz, que pode ser comprado em lojas de ração. Pode ainda ser substituído por 1kg de arroz comum, deixado de molho de um dia para o outro, escorrido e batido no liquidificador e usado depois de seco)
  • 1 litro de água quente
  • Meia colher (sopa) de sal
  • 1 concha de banha ou óleo
  • 450 g de açúcar cristal
  • 1 tablete de fermento biológico (15 g)
  • Óleo para untar
  • Noz-moscada e cravo a gosto

Material

  • Forminhas redondas de cerca de 10 cm de diâmetro e 7 cm de altura

Preparo:

Caso use a quirela, lavar e deixar ao sol, em uma peneira, por cerca de três horas.

Bater em um pilão e, em seguida, passar em uma peneira, para que fique bem fina e forme um fubá.

Deixar ao sol por um dia.

Pôr metade do fubá de arroz feito de quirela ou do arroz comum em uma vasilha e escaldar com metade da água.

Pôr o sal, o açúcar, a noz-moscada, o cravo, a banha, o restante do fubá de arroz e mexer.

Acrescentar o restante da água, que deve estar morna, e misturar com a colher.

Pôr o fermento e misturar.

Cobrir a vasilha e deixar descansar por duas horas, de preferência ao sol.

Untar as forminhas com óleo e despejar a massa.

Assar, de preferência em forno elétrico ou a lenha, por 40 minutos, em temperatura alta.

Ouça o audio com as dicas da Mestra para sua receita de bolo de domingo

*Receita fornecida pela mestra Terezinha Batista Pimentel, de Paracatu para o Projeto Sabores de Minas

Veja o vídeo do preparo do bolo de domingo por outra mestra de Paracatu

Biscoito de queijo de Paracatu: mais fácil e gostoso, impossível!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 852fe1db-197a-4235-90de-971340fa880e-scaled.jpeg
Biscoitos de polvilho e queijo de Paracatu: Mestra Milena

Saiba um pouco mais sobre a cidade histórica de Paracatu – antiga Vila do Ouro e atual Paraíso das Quitandas

Receita 4

Biscoitos de polvilho e queijo

Da Série Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ouça o audio das receitas 4 e 5 – biscoito de queijo e empadão de frango

Ingredientes:

  • Um prato de queijo curado e ralado
  • Um prato de fécula ( polvilho doce)
  • Sal a gosto
  • 250 gramas de manteiga
  • Ovos até dar o ponto

Preparo:

  • Misturar tudo e sovar bem até dar o o ponto, a massa fica bem firme
  • Enrolar e assar em forno pré aquecido

*Receita fornecida pela Mestra Milena de Paracatu

A Professora e Mestra Milena também preserva a tradição dos deliciosos pirulitos coloridos para alegria da criançada de Paracatu

Empadão de Frango: receita das Mestras de Paracatu

Empadão de Frango: Mestras Marlene e Wilma Paracatu-MG

Receita 5

Empadão de Frango

Da Série Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ingredientes:

Para a massa

  • 1 kg de farinha de trigo
  • 300 ml de água morna
  • 2 ovos
  • 300 ml de óleo (ou banha)
  • 1 colher (sopa) de Sal

Para o recheio

  • 1 kg de peito de frango
  • 1 Kg batatas picadas
  • 1/2 Kg cebola picada
  • 3 Tomates
  • 100 g de azeitona picada
  • Meio vidro de palmito picado
  • 200 g de milho verde
  • Meia lata de ervilha
  • 1 Pimentão
  • Sal, tempero e pimenta a gosto
  • óleo
  • 2 colheres (sopa) de extrato de tomate
  • 3 colheres (sopa) de farinha de trigo

Para pincelar

  • 1 ovo batido

Preparo:

Para o recheio, cozinhar o frango e desfiar. Reservar duas xícaras (chá) do caldo do cozimento. Refogar no óleo a cebola, o tempero e o extrato de tomate. Pôr o frango desfiado, a pimenta, a batata, o palmito, a ervilha e a azeitona. Dissolver a farinha na água reservada do cozimento do frango e despejar na panela do refogado. Misturar até engrossar.

Para a massa, misturar os ingredientes e deixar descansar por 30 minutos.
Separar a massa em duas partes e abrir no cilindro, até ficar com espessura fina. Com uma parte, forrar o fundo de um tabuleiro ou travessa e pôr o recheio. Cobrir com a outra parte, pincelar gema por cima e levar ao forno até começar a dourar.Continua depois da publicidade

Mestra Marlene e sua filha Wilma

*Receita das Mestras Quitandeiras de Paracatu, Marlene e sua filha Wilma para o Projeto Quintais e Quitandas de Paracatu

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: O município de Paracatu está localizado no Território Cerrado/Paracatu

EA/TG – CERRADO/PARACATU

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments