Chef ensina receitas que fazem parte da identidade gastronômica de Paracatu

Linguiça artesanal, banana marmelo e limão capeta ou taiti. São os ingredientes principais das receitas que serão ensinadas pelo chef Luciano Avellar.

Linguiça artesanal, banana marmelo e limão capeta ou taiti. São os ingredientes principais das receitas que serão ensinadas pelo chef Luciano Avellar.

Por Isabel de Andrade*

Começa nesta segunda-feira, 02 de agosto, o workshop gastronômico do 8º Festival do Patrimônio Cultural de Paracatu. As lives serão comandadas durante três dias pelo chef executivo do Senac em Minas, Luciano Avellar.

Chef ensina receitas com linguiça artesanal, banana marmelo e limão capeta ou taiti.
Chef Luciano Avellar ensina receitas com ingredientes típicos da cidade de Paracatu, no noroeste de Minas ( Foto: divulgação)

O chef vai preparar várias receitas. Entre elas: bolinho de banana verde recheado com queijo e linguiça caipira; cake cremoso de mandioca recheado com carne desfiada e espuma de couve; crostone de angu, crisp de bacon e queijo Minas artesanal e chutney de banana marmelo; bombom caseiro de fruta e trufa de limão capeta.

Três ingredientes principais foram selecionados para compor os pratos: linguiça artesanal paracatuense, banana marmelo e limão capeta ou taiti. Eles foram escolhidos como os protagonistas desta edição do evento e fazem parte dos cardápios preparados pelos estabelecimentos que participam do Festival.

Ao longo do mês de julho, duas categorias de concorrentes participaram da 8º Festival do Patrimônio Cultural de Paracatu: restaurantes e similares, que correspondem a cafeterias, hamburguerias, pastelarias, bares, pizzarias e lanchonetes.

Os pratos servidos puderam ser adquiridos por delivery ou drive thru. E cada um deveria conter, pelo menos, dois ingredientes selecionados. A avaliação dos pratos foi feita pelo público e serão distribuídos R$40 mil em premiação para os vencedores.

O chef Luciano Avellar ressalta que considerou a escolha dos ingredientes perfeita porque representa bem a identidade gastronômica do município de Paracatu, que fica na região noroeste de Minas. “A culinária tem esse papel de resgate. É uma das nossas premissas não deixar adormecer ingredientes com tantas referências culturais”, enfatiza.

E, para acompanhar o workshop gastronômico é só ficar ligado nas lives. As transmissões serão feitas nos dias 2, 3 e 4 de agosto a partir de 18h pelo canal do Festival no YouTube. As oficinas são voltadas para proprietários de bares e restaurantes, cozinheiros e também para o público em geral. Não é necessária inscrição prévia.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 0
Views:
141
Article Categories:
Acontece
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments