Almôndegas de maçã de peito: harmonizando com cerveja

Acompanhe a receita da semana do chef Juliano Caldeira e sua proposta de harmonização com cerveja artesanal. Confira.

Acompanhe a receita da semana do chef Juliano Caldeira e sua proposta de harmonização com cerveja artesanal. Confira.

Almôndegas de Maça de Peito com molho de tomates

Por: Juliano Caldeira*

Ingredientes:

  • 500 gr maça de peito moída
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • ½ cebola picadinha
  • ¼ maço de salsinha picadinha
  • 2 dentes alho picadinhos
  • 1 colher (sopa) páprica picante
  • 100 gr queijo do serro

Modo de preparo:

Misture bem a carne moída com os temperos, corte os queijos em pedaços pequenos. Faça pequenas almondegas de 30 gr e recheie com o queijo. Grelhe numa panela quente e deixe terminar o cozimento com o molho.

Ingredientes Molho de tomates:

  • ½ cebola picada
  • 1 dente alho picado
  • 4 tomates picados
  • 1 colher (sopa) extrato tomates
  • 1 colher (sopa) vinagre
  • Orégano e tomilho a gosto
  • Sal e pimenta do reino moída a gosto
  • 200 ml água quente

Modo de preparo:

  • Numa panela quente doure a cebola, depois o alho e vinagre. Acrescente o extrato de tomates e o restante dos ingredientes. Deixa em fogo baixo por 10 a 20 minutos.

Harmonizando

A dica de estilo da Cerveja de hoje é a International American Pale Lager. As cervejas American Pale Lager são únicas, desde seu estilo até aromas e sabores. Leves e refrescantes, mas ainda assim muito aromáticas e saborosas, as bebidas deste estilo possuem notas cítricas e frutadas dos lúpulos com suaves notas de casca de pão e caramelo ao fundo.

Harmonização:

Para nossas almondegas ao molho de tomates a recomendação desta cerveja é ideial. Elas tem o malte caramelado e amargor mais forte que harmonizam bem com o sabor do molho cortando um pouco da gordura das almondegas.

A dica de hoje é a Cerveja Jan Kubis da Dum Cervejaria de Curitiba. A cerveja nasceu de um programa criado pela DUM, chamado Yeast Wars, onde colocamos o mesmo mosto em diferentes cepas de fermento e analisamos os resultados. A cerveja John Wayne, uma American Pale Ale inspirada na clássica Sierra Nevada Pale Ale, e que não mais pela DUM, foi usada para o teste entre o S-05 e o Pilsener Urquell (dois fermentos diferentes). O fermento da clássica Pilsener Urquell (dois fermentos diferentes). O fermento da clássica Pilsner Urquell desempenhou seu papel brilhantemente, produzindo uma cerveja limpa, ressaltando o malte e a alta carga de lúpulos americanos. Isso resultou a Jan Kubis, uma cerveja aromática, com final seco e amargo. Perfeita para os dias de calor. Jan Kubis possui um teor alcoolico de 5,3% e IBU de 53, além um alto drinkability

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 1
Views:
57
Article Categories:
ColunaProdutosReceitas
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments