Projeto Lendas: Pé de Galinha da D. Terezinha

Conheça mais uma artista do projeto Lendas, D. Terezinha, uma ex gari e faxineira de Belo Horizonte. Com todas as dificuldades que a vida lhe impunha, a guerreira ainda encontrava forças no pouco tempo que tinha , para utilizar a alegria e o amor como principais temperos ao cozinhar e fazer história para os seus filhos, netos e bisnetos. Aprenda a receita afetiva do inesquecível pé de galinha da D. Terezinha de Belo Horizonte. Quem apresenta é a estudante de gastronomia da Univéritas-BH, Telma Cristina.

Conheça mais uma artista do projeto Lendas, D. Terezinha, uma ex gari e faxineira de Belo Horizonte. Com todas as dificuldades que a vida lhe impunha, a guerreira ainda encontrava forças no pouco tempo que tinha , para utilizar a alegria e o amor como principais temperos ao cozinhar e fazer história para os seus filhos, netos e bisnetos. Aprenda a receita afetiva do inesquecível pé de galinha da D. Terezinha de Belo Horizonte. Quem apresenta é a estudante de gastronomia da Univéritas-BH, Telma Cristina.

Veja outras histórias e receitas do Projeto Lendas

Broa de Fubá Moça Bonita

Biscoito “Mimoso”de Araruta

Se você tem alguma receita de família que lhe remete à lindas e saborosas lembranças, divida conosco nesse projeto Lendas e vamos resgatar histórias e sabores de nossa culinária e de sua região. Mande sua história, receita e fotos para territoriosgastronomicos.uai.com.br . Não se esqueça de dizer de qual região vem suas lembranças

Pé de Galinha da D. Terezinha

Por: Telma Cristina Fernandes da Silva – Estudante de Gastronomia

Grupo de Estudos do Taioba

Autora da receita: Terezinha Rodrigues Da Silva

Dona Terezinha tem 77 anos, solteira, quatro filhos.

Criou os filhos sozinha, trabalhando como gari na limpeza urbana de Belo Horizonte.
Devido às condições financeiras da época e ao número de “bocas” para alimentar, era quase impossível ter um cardápio diário diferente do tradicional o “arroz com feijão”!Lembranças de épocas difíceis, mas, também recheadas de aprendizado, harmonia e a união que a situação merecia.

Dona Terezinha foi e continua sendo guerreira e sempre desejou e deseja o melhor para os filhos. Saia todos os dias as 06:00 horas da manhã cumpria seu horário na SLU até as 16:00 horas e após a jornada exigida pela CLT, ela iniciava a parte informal que eram as faxinas em casas de famílias com o intuito de aumentar a renda mensal e conseguir assim o sustento aos filhos.

Sendo assim, uma vez ao mês tinha esse manjar dos Deuses, PÉ DE GALINHA!

Então… E a memória afetiva onde entra?

A memória afetiva é lembrar que meus irmãos e eu nos reuníamos para comer os deliciosos pés de galinha que além de ser um alento, nos fortalecia e nos dava aquela sustância. Enquanto mesmo ela cansada da labuta mantinha o sorriso nos olhos, tinha ainda força e ânimo para contar seus casos, historias e também se deliciava com a receita que ela fazia com tanto apreço.

Receita essa que já esta na quarta geração, visto que os bisnetos também aprenderam a deliciar-se com os famosos pés de galinha da “bisa”.

D. Terezinha e os filhos

Dona Terezinha e filhos

Maria Fernanda e Pedro, bisnetos de dona Terezinha saboreando pé de galinha!

RECEITA

Pé de galinha da dona Terezinha

Ingredientes:

  • 1 kilo de Pés de galinha
  • Óleo
  • 3 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de colorau
  • Tempero verde
  • Sal
  • 300 ml de água fervendo
  • Cheiro verde

Preparo:

Após limpar bem os pés de galinha, tempere-os com tempero verde

Frite o alho em uma panela deixando corar bem.

Junte o colorau mexendo para não grudar.

Adicione os pés de galinha e deixe que eles peguem a cor do colorau, confira o sal e coloque a água.

Deixe cozinhar em pressão por 20 minutos.

Sirva com bastante cheiro verde.

Segredinho da receita:

O colorau ela mesma faz.

Segundo ela, colorau comprado não dá cor, então ela mesma produz o colorau dela.

Pé de urucum Grãos do urucum

Colorau pronto

Inicio do preparo

Limpeza dos pés de galinha

Temperando os pés de galinha com o tempero verde também feito por ela.

Fazendo o tempero penetrar nos pés de galinha

Preparando para fritar o alho

Fritando o alho em óleo quente

Adicionando o segredinho da receita, o colorau também feito por ela.

Agora é cozinhar…

Prato já pronto!

É só servir com bastante cheiro verde.

Enfim…

O tempo passou… Mas posso garantir que não mudou nada, nem no sabor nem no preparo e muito menos no carinho com que ela sempre fez e faz até hoje esse prato, para que eu pudesse contar a todos um pouco da história dessa guerreira que me inspira todos os dias!

Observação:

Segue as demais receitas que compõem os deliciosos pés de galinha de dona Terezinha:

  • Tempero

Alho

Cebola

Pimentão

Cebolinha

Salsinha

Sal

Coloque o alho, cebola, pimentão, cebolinha e salsinha no liquidificador, bata bem.

Coloque em um bol e vá adicionando o sal.

  • Colorau

Grãos de urucum

Fubá

Óleo

Coloque o urucum para torrar em uma panela.

Após torrar coloque em um pilão e vá adicionado o fubá e o óleo socando levemente com o socador até tirar a cor desejada.

(Trabalho realizado com a permissão da Sra. Terezinha Rodrigues da Silva

fotos da autora Telma Cristina Fernandes da Silva)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments