Sabores do Vale: conheça a startup que conecta os produtores de café de Minas com o mundo

Veja as novidades e curiosidades sobre os melhores cafés do sul de Minas na coluna da Izabelle Carli e aprenda uma deliciosa e refrescante receita de capuccino gelado, especial para esses dias quentes

Veja as novidades e curiosidades sobre os melhores cafés do sul de Minas na coluna da Izabelle Carli e aprenda uma deliciosa e refrescante receita de capuccino gelado, especial para esses dias quentes

Veja Também: Sabores do Vale: 3 deliciosos drinks com café

E tem startup especializada em café também!

Por: Izabelle Carli*

Santa Rita do Sapucaí, o Vale da Eletrônica, celeiro de startups como a Agrorigem, que conecta produtores de café especial com compradores do mundo todo

Apaixonados por café buscam sempre ideias inovadoras para facilitar a vida de todo mundo, do produtor ao consumidor final. E no mundo dos cafés especiais, parece que esta paixão é amplificada pois a cada dia surgem inovações tecnológicas surpreendentes, como é o caso da Agrorigem, uma startup que começou sua trajetória na Incubadora de empresas do Inatel – Instituto Nacional de Telecomunicações, e hoje, já graduada, tem seu próprio espaço na cidade e busca, através de uma plataforma digital, conectar os produtores de café especial com o mundo inteiro.

A proposta é entender as necessidades do mercado de café especial , conhecer a origem e a produção e promover o reconhecimento do produtor por seu trabalho e sua dedicação aos grãos que produz, oferecendo ao mercado uma seleção rigorosa de cafés especiais com rastreabilidade, origem garantida, história , fotos e informações completas sobre o lote disponível. E a plataforma digital busca os melhores preços, os melhores compradores no mundo todo, fazendo a conexão entre eles.

Os melhores cafés para os melhores mercados compradores

Dani Alckmin, diretora da Agrorigem, faz a seleção dos cafés

Lotes com rastreabilidade via QRCode – @agrorigem

E vamos aproveitar a experiência da Dani Alckmin com cafés especiais para continuar nosso “pequeno dicionário amoroso do café”, com a devida licença da cineasta Sandra Werneck, que fez este filme delicioso.

No link abaixo aprendemos a preparar um café na prensa francesa, método de preparo que está no nosso dicionário de hoje.

Agrorigem In Box no Instagram: “🌌☕🌌 Cada método de preparo abre um universo de possibilidades. Apesar de menos comum no Brasil que o expresso clássico, a prensa francesa…”

Prensa Francesa

A prensa francesa é considerada clássica e é conhecida no mundo inteiro. Para o preparo do seu café você vai precisar de café de moagem média-grossa (se você for moer o café no liquidificador, cuidado para não moer por muito tempo) e água quente (entre 90-94ºC). Neste processo você não precisa de filtro de papel, já que o êmbolo da prensa possui uma tela fina que separa o pó da água. Por este processo não utilizar o filtro, os óleos que contém no grão passam para a bebida, resultando em um sabor mais encorpado.

Chemex

A Chemex é uma das maneiras mais simples de preparar um café manualmente, o método surgiu em 1941, nos Estados Unidos. O equipamento é composto por um frasco de vidro com pescoço mais largo em formato de cone, apropriado para colocar um filtro de papel dobrado em formato circular, garantindo uma tripla filtragem e uma bebida mais limpa, leve e suave. Lembre-se de que para o preparo do seu café na Chemex você vai precisar dos grãos com moagem média-grossa.

Clever Dripper

A Clever Dripper é um dos métodos de preparo de café mais recentes do mercado. A Clever tem aparência semelhante a um porta filtro, mas é um sistema que permite o controle de fluxo de extração do café com moagem média-grossa, funcionando com os princípios de imersão total, onde o pó fica imerso na água quente por 2 minutos ou mais. O maior diferencial deste equipamento é a presença de uma válvula capaz de reter ou liberar o fluxo de água. Neste método você pode testar diversas nuances do café e descobrir qual a que mais agrada seu paladar e seu estilo de vida.

E a receita de hoje é um cappuccino gelado para comemorar os últimos dias de verão! Receita da @agrorigeminbox

RECEITA

Cappuccino gelado nada convencional

Um cappuccino gelado tem seu lugar no nosso coração!

  • 80 ml de cold brew coffee
  • 40 ml de licor de chocolate
  • 40 ml de licor de chocolate branco

Modo de preparo – cold brew coffee.

  • Deixe 30 gramas de café moído grosso mergulhado em 200 ml de água gelada por 12 a 24h. Depois desse prazo, coe com filtro de papel escaldado.

Modo de preparo – cappuccino

  • Em uma coqueteleira com bastante gelo, bata intensamente o cold brew coffee e os licores.
  • Depois é só servir em uma taça, polvilhando com cacau a gosto.

*Izabelle Carli , nova colaboradora do Territórios Gastronômicos é Jornalista, produtora cultural, amante de livros e bichos, não necessariamente nesta ordem. Organizadora do Festival de Gastronomia e Cultura de Santa Rita do Sapucaí – Sabores do Vale, do Festival do Livro do Vale da Eletrônica- Festivale e de eventos de experiência. Em tempos de pandemia, lançou canal no YouTube apresentando a gastronomia da cidade com receitas e dicas de aproveitamento total de alimentos.
YouTube: Sabores do Vale SRS

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: o município de Santa Rita do Sapucaí está localizado no Território Mantiqueira/Sul Suíça

EA/TG – MANTIQUEIRA/SUL SUÍÇA

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments