Coxinha da Realeza reina absoluta em pré-carnaval

Chef Eloi Moreira animou os foliões durante o pré-carnaval da Coxinha da Realeza em Belo Horizonte. Teve marchinha de carnaval, samba de raiz, muita gente animada e um cardápio, é claro, recheado de coxinhas de dar água na boca.

Chef Eloi Moreira animou os foliões durante o pré-carnaval da Coxinha da Realeza em Belo Horizonte. Teve marchinha de carnaval, samba de raiz, muita gente animada e um cardápio, é claro, recheado de coxinhas de dar água na boca.

Por Isabel de Andrade*

“Chora, não vou ligar. Chegou a hora …” Era o que se ouvia do lado de fora do Bistrô do chef Eloi Moreira no bairro Santo Antônio, em Belo Horizonte. Dentro, a música foi ficando mais forte. Os foliões dançavam animados ao som de “Vou Festejar”. O salão, todo decorado, ganhou brilho, confetes e serpentinas. E ela, a Coxinha da Realeza, dava as boas-vindas ao carnaval no sábado, dia primeiro de fevereiro.

Chef Eloi Moeira ( à direita) e o sócio Alisson Braz capricharam no primeiro pré-carnaval da Coxinha da Realeza ( Foto: Isabel de Andrade)

O pré-carnaval da Coxinha da Realeza foi uma proposta do chef Eloi de resgatar a folia mais tradicional, com samba de raiz e marchinhas antigas. O repertório foi interpretado pela cantora Ana Proença, acompanhada por vários músicos.

A cantora Ana Proença interpretou marchinhas de carnaval e samba de raiz ( Foto: Isabel de Andrade)

Ao mesmo tempo em que Eloi priorizou uma festa mais elitizada, o tom de simplicidade da folia ficou por conta de um dos salgados mais populares do nosso país, a coxinha. E assim, lembra o chef, é o carnaval, uma festa muito democrática. “Eu quis fazer isso para aproximar os símbolos da riqueza e da pobreza porque o carnaval é isso, uma festa em que não há separação de classe social ou de raça, é uma mistura”, diz.

Coxinha com recheio de frango caipira e requeijão finalizada com ossinho de frango ( Foto: Isabel de Andrade)

O cardápio também seguiu à risca a essência da festa. Chef Eloi serviu desde os salgados com recheios tradicionais até os mais sofisticados. Teve coxinha de frango com requeijão e chutney de manga. Coxinha de goiabada com queijo, que é muito cremosa. De costelinha com pequi, com destaque para a massa bem molhada feita com o fruto. E também teve coxinha de gorgonzola harmonizada com chutney de tangerina. “Eu quis mostrar do tradicional ao diferente”, explica o chef.

Durante o pré-carnaval foi servido um cardápio variado de coxinhas ( Foto: Isabel de Andrade)

Criando sua Identidade

A Coxinha da Realeza é uma marca do chef Eloi, que atua no mercado da gastronomia há 15 anos. Durante esse período, passou por diversos buffets. Notou que os proprietários não davam importância a salgados simples. “Eles queriam criar, criar e criar para impressionar os clientes”, lembra. O chef caminhou na contramão desse raciocínio. Jurou que quando abrisse seu próprio negócio, faria diferente.

Essa hora chegou. Há oito anos, com a inauguração do Bistrô, Eloi decidiu que iria valorizar a coxinha, um salgado tão esquecido. “A pessoa ama, mas tem vergonha de falar”, diz. Ele pesquisou, testou, usou os conhecimentos que adquiriu com salgadeiras com quem já trabalhou e chegou à receita perfeita.

Equilíbrio: Inovação e Tradição

Quando desenvolveu o produto, Eloi fez questão de trabalhar com ingredientes mineiros como o frango caipira, o requeijão e o ossinho de frango. Sim. O ossinho é usado para finalizar o salgado. A ideia foi do sócio do chef, Alisson Nogueira Braz. A massa da coxinha de carne seca é feita com mandioca e creme de pequi, uma inovação que impressiona pelo equilíbrio de sabores. Tem também o recheio de costelinha com abóbora.

A série Raízes Mineiras foi um grande sucesso entre os clientes. O trio de coxinhas representava a base da cozinha mineira: frango caipira, costelinha e castanha de baru com requeijão de raspa. E para acompanhar, o chef prepara vários tipos de molhos. Entre eles, chutney de manga, tangerina, geleia de pimenta.

Com a Coxinha da Realeza, o chef criou uma marca, um conceito. É claro que os clientes frequentavam o Bistrô para saborear pratos da alta gastronomia como carré, filé ou bacalhau, mas a maior atração eram elas.

Estrela das festas e casamentos

A Coxinha da Realeza ganhou ainda mais visibilidade depois de ser elogiada pela famosa influenciadora digital Thássia Naves. Hoje, as noivas fazem questão do salgado na festa de casamento. Em eventos conceituados de moda, lá está ela. “A Coxinha da Realeza veio para dar uma reafirmada em um salgado que todo mundo ama”, diz Eloi.

A coisa ficou tão sofisticada que a coxinha ganhou uma super estrutura capaz de transformar aniversários, bodas, festas de 15 anos e formaturas em uma grande atração. É uma carruagem que funciona como estufa e tem capacidade para 150 salgados. Além dela, há também os garçons da Realeza que servem os convidados. O serviço é oferecido para eventos que podem reunir de 15 a 1.000 pessoas.

Carruagem da Realeza tem capacidade para 150 coxinhas ( Foto: Josefhouse)

Os garçons da Realeza estavam lá dando ainda mais brilho para o pré-carnaval. E em uma festa assim, não podia faltar um concurso. Em vez de escolher a melhor fantasia, a proposta foi eleger o folião mais animado. A vencedora foi a dentista, chef de cozinha e, atualmente, empresária do ramo de salão de beleza, Renata Leite. Como chef de cozinha, ela conta que nunca tentou reproduzir a Coxinha da Realeza. Segundo Renata, é impossível fazer a receita como o chef Eloi Moreira. E, como prêmio por tanta animação, ela ganhou, é claro, uma caixinha com Coxinhas da Realeza. “Vou levar pra casa a melhor coxinha do mundo”, diz, toda feliz.

Renata Leite foi eleita a foliã mais animada e ganhou como prêmio uma caixinha de coxinhas ( Foto: Isabel de Andrade)

E quem perdeu o primeiro pré-carnaval da Coxinha da Realeza terá outras chances de participar da folia. É que o chef Eloi e o sócio, Alisson Braz, já avisaram: ano que vem tem mais.

Serviço:

Hoje, o Bistrô Eloi Moreira funciona apenas para eventos fechados. É também lá que o chef promove vários cursos de gastronomia. A agenda deste ano vai ser aberta em março. Informações no site www.eloimoreira.com.br ou no Instagram: @chefeloi

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
2 1
Views:
742
Article Categories:
Acontece