Jabuticaba de Sabará é protagonista de cerveja artesanal

Será lançada esta semana a cerveja artesanal que traz como inspiração a jabuticaba, um ingrediente famoso em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte. O rótulo faz parte do projeto “Da Origem ao Copo”, que faz uma homenagem aos produtos típicos de Minas Gerais.

Será lançada esta semana a cerveja artesanal que traz como inspiração a jabuticaba, um ingrediente famoso em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte. O rótulo faz parte do projeto “Da Origem ao Copo”, que faz uma homenagem aos produtos típicos de Minas Gerais.

Por Isabel de Andrade*

A jabuticaba é o ouro negro de Sabará, município que fica na região metropolitana de Belo Horizonte. Os produtos derivados do fruto movimentam a economia local e envolvem uma rede de empreendedores. O festival anual já soma 33 edições e tornou-se uma tradição. Em função de toda essa riqueza, a jabuticaba foi o produto escolhido como inspiração para o segundo rótulo que faz parte do projeto “Da Origem ao Copo” e será lançado pela Cervejaria Albanos na próxima quarta-feira, 19 de fevereiro, quando estará disponível em chope e lata.

A proposta do projeto é traduzir os sabores mineiros em forma de cerveja e valorizar o pequeno produtor. A agricultura familiar envolve atualmente 4,4 milhões de famílias no país. Em Minas Gerais, são 350 mil propriedades. Em Sabará, a Associação dos Derivados de Jabuticaba, Asprodejas, reúne 27 associados, que produzem mais de 40 itens. Com a intenção de fomentar o segmento e valorizar a cultura mineira, o mestre cervejeiro Pablo Carvalho e a beer sommelier Fabiana Arreguy fizeram uma expedição em Minas para buscar as tradições e inspirações para a criação de novas receitas.

O processo de criação da nova cerveja contou com a contribuição da produtora Meire Ribeiro, que é proprietária da Sabarabuçu e presidente da Asprodejas. A empresa processa cerca de 30 toneladas de jabuticaba por ano e tem, atualmente, um mix de 16 produtos. Meire compartilhou seus conhecimentos com os integrantes da expedição, que puderam compreender mais sobre o sabor e o uso da jabuticaba em diferentes receitas e como ela poderia integrar uma cerveja artesanal.

A produtora Meire Ribeiro e a beer sommelier Fabiana Arreguy desvendam o universo das jabuticabas (Foto: Thiago Henrigue)

A cerveja que traz a jabuticaba de Sabará como protagonista é uma Catharina Sour. As principais características são a acidez marcante, a alta carbonatação e a utilização de fruta do bioma brasileiro. A Catharina Sour é um estilo criado no Brasil e recentemente incluído no Beer Judge Certification Program (BJCP).

A primeira etapa do projeto “Da Origem ao Copo” resulta em três rótulos com ingredientes regionais. A primeira cerveja lançada foi uma Stout de chocolate com compota de laranja-da-terra em homenagem aos tradicionais doces fabricados em São Bartolomeu, distrito de Ouro Preto. A segunda traz a jabuticaba como inspiração. E, em breve, será lançada a terceira e última cerveja dessa edição. “Fomos buscar diretamente na fonte ingredientes que retratam a riqueza e a multiplicidade do estado. Das famosas jabuticabas de Sabará, passando pelas compotas e doces, tombados como patrimônio imaterial, de São Bartolomeu, chegando ao café do Sul de Minas. Uma verdadeira ode a Minas Gerais! E o projeto valoriza o pequeno produtor. É cerveja artesanal de verdade”, explica Fabiana Arreguy.

Serviço:

Hub Cervejeiro Albanos Sion

Endereço: Rua Pium-Í, 611, Sion

Funcionamento: de segunda a sexta, de 17h até 0h. Sábado, de 12h até 0h. Domingo, de 12h às 17h.

Albanos Lourdes

Endereço: Rua Rio de Janeiro, 2076, Lourdes, BH

Funcionamento: de segunda a sexta, de 17h até 0h. Sábado, de 12h até 0h. Domingo, de 12h às 17h.

Leia também: Café e jabuticaba unidos no Molho do Barão

Isabel de Andrade é jornalista e colaboradora

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
554
Article Categories:
Ingredientes e Utensílios

All Comments