A tradição do café: a sexta geração de produtores do sul de Minas

Por Débora Reis, Coffee & Joy

A cultura do café é tradição na família Reis e motivo de muito orgulho. O pai do Sr. Francisco Reis possui outras terras na região e, ampliando o cultivo, adquiriu a Fazenda Recanto em 1986, que sempre foi bem cuidada pelo seu filho. Com o falecimento de sua mãe há alguns anos, o Sr. Francisco herdou uma parte da Fazenda Recanto, que hoje é dele e de sua irmã.

O produtor Francisco Reis contempla a vista da Fazenda Recanto ( Foto: Coffee & Joy)

A maioria das pessoas que trabalha na Fazenda Recanto está desde o início com Francisco. Alguns trabalhadores são de geração de antigos funcionários e que vieram de outras terras da família. Sem dúvida, esses trabalhadores são o maior legado da Fazenda.

Francisco possui plantas das variedades Catuaí, Mundo Novo e Acaiá na Fazenda Recanto, e com boa técnica, conhecimento e muito, muito trabalho, consegue extrair grãos de altíssima qualidade, com sabor e aroma característicos das terras abençoadas do sul de Minas Gerais.

A Fazenda Recanto está localizada na cidade de Carmo da Cachoeira, MG, a 1000 metros de altitude, ideal para o plantio de cafés de alta qualidade. Possui áreas de vegetação nativa, árvores centenárias e que são preservadas pelo produtor e pelos trabalhadores. As áreas nativas são tão especiais que os talhões de café foram nomeados considerando as espécies que possuem perto de cada um deles. A equipe Coffee & Joy, em visita à Fazenda, conheceu os talhões de cafés do sassafrás, do ipê, da amoreira e da limeira.

Equipe do Coffee & Joy é recebida na Fazenda Recanto pelo produtor Francisco Reis ( Foto: Coffee & Joy)

O trabalho para produção dos cafés especiais é feito em parceria com os trabalhadores, que já têm a experiência e a simbiose no cultivo, por conta dos anos em que estão juntos na Fazenda. Os grãos, após colhidos, são lavados, separados os maduros dos verdes e secados no terreiro de cimento. Todo o processo especial de produção resulta na excelente bebida desta Fazenda.

Pensando em manter a tradição de cultivo de café desde os seus tataravós, Francisco pretende continuar trabalhando por mais 30 anos na Fazenda Recanto. Para tanto, tem como plano para o futuro o investimento na mecanização do processo e ampliação da produção de cafés especiais.

Conheça mais sobre a história fantástica do produtor Francisco no vídeo.

Conteúdo originalmente postado em Coffee & Joy: A tradição do café: a sexta geração de produtores do sul de Minas

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
856
Article Categories:
Coluna