Pão de mandioquinha: fofinhos e super fáceis de fazer

Uma deliciosa e divertida receita para preparar com as crianças e perfeita para acompanhar o cafezinho da tarde. Experimente esse pãozinho de mandioquinha!

Uma deliciosa e divertida receita para preparar com as crianças e perfeita para acompanhar o cafezinho da tarde. Experimente esse pãozinho de mandioquinha!

Veja Também: Pão de Leite em pó – 3 ingredientes e 30 minutos

Pão de mandioquinha

Da Série: Quintais e Quitandas de Minas Gerais*

Ingredientes:

– 1 xícara (chá) de mandioquinha-salsa (batata-baroa)cozida e picada

– 50 g de fermento biológico

– 1 copo (americano) de leite morno

– Meia colher (sopa) de sal

– 50 g de manteiga

– 4 colheres (sopa) de óleo

– 4 ovos (um será usado para passar por cima dos pães)

– 4 colheres (sopa) de açúcar cristal

– Aproximadamente 500 g de farinha de trigo

Preparo:

Bater no liquidificador os ingredientes, exceto a farinha de trigo.

Despejar a mistura em uma tigela e pôr a farinha aos poucos, amassando bem, até a massa ficar homogênea e firme, no ponto que dê para enrolar com as mãos.

Deixar descansar por 30 minutos.

Fazer bolinhas com a massa no tamanho desejado.

Pôr em um tabuleiro untado.

Bater um ovo e pincelar cada pãozinho.

Deixar descansar por 20 minutos ou até os pães crescerem.

Assar por 15 minutos em forno aquecido a 180 graus.

(foto: Jair Amaral)
Pães de mandioquinha – Foto Jair Amaral
*Receita fornecida por Maria José Oliveira, de Poços de Caldas para o Projeto Sabores de Minas
(foto: Jair Amaral)
(foto: Jair Amaral)

Inspiração e talento

A viagem pelas terras frias do Sul de Minas vai chegando ao fim e, para fechá-la, uma receita para agradar a todos, pois é simples, saborosa e versátil. É o pão de mandioquinha-salsa ou batata-baroa, como é conhecido o produto em alguns lugares. A quitanda é uma daquelas que não podem faltar em casa e vai bem no café da manhã ou no lanche da tarde. A responsável pela iguaria é a prendada Maria José Oliveira, de Poços de Caldas.

Depois de trabalhar como secretária, a mineira decidiu dar uma reviravolta na vida e dedicou-se ao ofício que aprendeu aos 10 anos. “Na casa da minha avó, a gente enchia as latas de biscoito, porque tinha que durar a semana inteira. Lembro-me, às vezes, dela mexendo as gamelas.” Dona de um buffet, Maria José começou a atividade com as poucas quitandas que fazia para vizinhos, colegas ou para vender de porta em porta.

Hoje, orgulhar-se de não ter tempo nem sequer para oferecer os produtos e avisa aos interessados nas iguarias que é preciso, até mesmo, fazer reserva, tamanha a disputa. “Às vezes, trago uma rosca para casa e os vizinhos pedem.” A maratona de até 12 horas na cozinha não a desanima, ainda mais quando vê o resultado expresso no rosto dos fregueses. E com alguns pãezinhos na bagagem para saborear no caminho de volta, nos despedimos da cidade das águas e da sua bela região.

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: o município de Poços de Caldas está localizado no Território Mantiqueira/Sul Sudoeste

EA/TG – MANTIQUEIRA/SUL SUDOESTE

Confira outra receita de Poços de Caldas

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.