Costelinha de porco crocante na brasa

Aprenda esta receita bem simples de churrasco de costelinha suína com farinha. Surpreendentemente crocante!

Aprenda esta receita bem simples de churrasco de costelinha suína com farinha. Surpreendentemente crocante!

Costelinha crocante

Ingredientes:

  • 1 kg de costelinha suína cortada em pedaços de cinco centímetros
  • Suco de quatro limões
  • Meio quilo de farinha de mandioca
  • Sal a gosto

Material

  • Grelha para churrasco

Preparo:

Temperar a costelinha com o suco do limão e levar para assar na churrasqueira, em uma grelha colocada na parte mais alta, para que asse aos poucos.

Quando já estiver dourada, retirar e passar na farinha de mandioca misturada com sal, de modo que os pedaços fiquem completamente cobertos.

Voltar a carne para a churrasqueira e deixar por aproximadamente 10 minutos, na parte mais afastada da brasa.

Pode ser servida acompanhada por azeite misturado com ervas desidratadas e pimenta.

*Receita fornecida por Elizabete Cristina de Oliveira, de Mocambeiro, Matozinhos, para o Projeto Sabores de Minas

Salve, salve a farinha!

No feijão, ela dá o ponto do tutu e a liga do tropeiro. Misturada com ovo mexido e um pouquinho de manteiga, faz a tradicional farofa, que acompanha quase tudo. Com o caldo de peixe ou de frango, vira pirão. E por aí vai. Não há limite para o uso da farinha de mandioca, ingrediente quase que fundamental na cozinha do brasileiro, dada sua importância cultural, histórica e gastronômica. Em Mocambeiro, distrito de Matozinhos, a farinha aparece como item principal do prato lançado pelo restaurante Café com Pimenta: costelinha crocante.

Temperada apenas com limão, a costelinha vai à churrasqueira e, quando está quase no ponto, é o momento certo passá-la na farinha de mandioca, misturada ao sal, para formar uma capa que deixa a carne crocante e a impede de ficar seca por dentro. Ou seja, é da farinha o mérito de toda esta conversa, dividido também com os sócios do restaurante, Elizabete Cristina de Oliveira e José Custódio Neto, que assinam a autoria do prato.

Com apenas um ano, a casa recebe bom público, graças ao ambiente aconchegante, atendimento de primeira e ao fogão a lenha repleto de iguarias. A julgar pela costelinha crocante, é certo que o fã-clube não vai parar de crescer.

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: Mocambeiro, distrito de Matozinhos está localizado no Território Central/Entorno

EA/TG – CENTRAL/ENTORNO

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
272
Article Categories:
Receitas
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments