Chef Heloy Pereira: uma história de superação e sucesso - Territórios Gastronômicos

Chef Heloy Pereira: uma história de superação e sucesso

Conheça a história do Chef e açougueiro Heloy Pereira de Patrocínio-MG e como ele se tornou uma das maiores referências dos assadores do Brasil. Confira a sua trajetória!

Conheça a história do Chef e açougueiro Heloy Pereira de Patrocínio-MG e como ele se tornou uma das maiores referências dos assadores do Brasil. Confira a sua trajetória!

Chef Heloy Pereira: uma história de superação e sucesso

A Trajetória: De origem humilde a um dos mais respeitados chefs assadores do Brasil

Heloy Pereira, mineiro da cidade de Patrocínio, nascido em 1985, hoje com 38 anos. Casado com Ligiany Marinheiro, tem 2 filhos, Lucca de 12 anos e Isabella de 2 anos. Heloy vem de uma família de açougueiros, sendo seu pai açougueiro, irmão açougueiro, tio açougueiro e primos açougueiros.

O início da profissão de açougueiro

Nascido e criado neste berço, numa época em que seu pai trabalhava em um açougue tradicional da cidade, e com isso se habituou facilmente a este meio, sempre acompanhando seu pai José Maria Pereira no trabalho.

Quando tinha 11 anos de idade, devido a uma doença do seu pai, em que o mesmo precisou aposentar-se, ficou ausente de açougues até os seus 12 anos. Estudava de segunda à sexta-feira no período da manhã. Nesta idade, devido as dificuldades financeiras em que se viam na época, viu a necessidade de trabalhar e ajudar aos pais nas despesas de casa. Foi então que começou a trabalhar com o seu tio no Supermercado e Açougue São José. Às sextas-feiras, logo após o término da escola, o seu tio o buscava em casa, e ia para o trabalho, onde o ajudava de sexta-feira à domingo, dormindo na casa dos seus tios. Por lá trabalhou dos 12 aos 14 anos.

Aos 15 anos, seu pai, mesmo sem poder trabalhar, aos poucos foi montando um açougue, e ele e o seu irmão Heliel, na época com 13 anos – também açougueiro, assumiram a responsabilidade de ‘tocar’ este negócio, mesmo sem experiência alguma com financeiro e burocracias de se manter um comércio aberto. A sua mãe Aparecida Primo ficava encarregada do caixa.

Com 16 anos, foi morar com uma tia em Paracatu-MG. Por lá trabalhou na principal Casa de Carnes da cidade. Aos 17 anos voltou à trabalhar com o seu irmão no açougue do seu pai.

A formação acadêmica e o empreendedorismo

Aos 18 anos, em 2003, ingressou na Faculdade de Administração de Empresas, na UNICERP. Em meados do ano, começou namorar sua esposa. Aos 19 anos, numa época em que as Lan House viraram febre, resolveu aventurar-se em outro ramo, o de informática, o qual não obteve muito êxito.

Em 2005, aos 20 anos, com o apoio de sua esposa, então namorada, comprou com orgulho o seu primeiro Açougue. Um açougue pequeno, simples, localizado em um bairro pobre da cidade. Aos poucos foram feitas algumas reformas.

Em 2006 formou-se em Administração. Anos passaram e algumas mudanças foram feitas. Em janeiro de 2009, casou-se. Nesta época sua esposa também já trabalhava no açougue. Em 2010, nasceu seu primogênito Lucca Pereira. No decorrer do tempo, em meio a dificuldades financeiras, montou nos fundos de sua casa, uma fábrica de linguiças caseiras. Um projeto que deu muito certo e que hoje pertence ao seu irmão.

Em 2014 viu a oportunidade de comprar um açougue maior, em outro bairro da cidade. Ficou pouco tempo com os 2 açougues e a fábrica de linguiças. Tendo que priorizar um, vendeu o seu primeiro açougue e vendeu a fábrica de linguiças, dedicando-se apenas ao novo comércio, trabalhando duro, sempre com a ajuda de sua esposa. Em meados 2015 se viu em uma crise financeira e deu uma desanimada, mas sabia que algo teria de ser feito, alguma mudança precisaria urgente. Desmotivado, pensou em desistir do açougue.

A carreira de Chef

Fevereiro de 2016, sua esposa Ligiany viu o anúncio de uma Faculdade de Gastronomia FPM, na cidade vizinha Patos de Minas. Sabendo do seu gosto por cozinha, fez sua inscrição em uma aula experimental. 24/02/2016 foi a tal aula, data em que a vida tomou outro rumo. Desde a aula experimental não largou mais a Faculdade.

O amor pela gastronomia despertou o sentimento de querer crescer, de fazer algo novo, e a paixão pela cozinha trouxe forças e ânimo. Ao longo do curso, fez estágios e passou por casas renomadas, como a Açougue Central em SP – do chef Alex Atala, onde fez um estágio de 45 dias – e Cervejaria Backer em BH.

Surge um grande profissional

Preparando o Pirarucu para a brasa no Festival de Carajás

Já conhecido nos meios, Heloy começou então a participar de diversos Festivais de Churrasco pelo Brasil, como Bárbaros SP, Churrascada SP, Fogo BA, Brasa Festival PR, Fuegos MG, Mão na Brasa CE, dentre outros, participando também, do Torneo Panamericano de Asadores de Cordero no Uruguai – Festival Cordero Turintegra.

Destacando-se na gastronomia, ganhou notoriedade na cidade pela forma e dedicação ao qual realiza seus trabalhos e começou também a fazer eventos particulares no seguimento de buffet.
Com estas experiencias, começou aos finais de semana, servir em seu açougue, assados e guarnições. A demanda por comidas foi crescendo, e esse açougue já não comportava mais esse trabalho.

O ano de 2020 veio cheio de coisas boas, a família aumentara, nascendo a caçulinha Isabella. Foi quando também surgiu a possibilidade de adquirir um açougue maior, em outro ponto da cidade, e ele não deixou a oportunidade passar. Neste novo endereço, já com um espaço físico maior, pode pôr em prática várias coisas que tinha em mente.

Vendo que o açougue tradicional aos poucos está perdendo espaço para os cortes embalados e gourmet, deu o próximo passo, digamos um passo gigante. Alugou o imóvel ao lado do açougue e iniciou uma longa reforma no açougue e construção de uma rotisseria. Dia 30/11/2021 inaugurou o novo projeto Heloy Casa de Carnes e Rotisseria, onde vem inovando com produtos artesanais, cortes nobres, comidas congeladas, assados na brasa e guarnições.

Nesse novo espaço, se coloca em prática coisas que aprendeu ao longo desses anos trabalhando com eventos, podendo oferecer um diferencial aos seus clientes.

Parte da equipe comandada pelo chef Heloy no Festival de Canaã dos Carajás no Pará

Conhecido pela competência e pela forma que se doa ao que se propõe fazer, acabou de entregar, ao lado de colegas da gastronomia, mais um evento fantástico e grandioso em Canaã dos Carajás PA, o Festival Gastronômico de Canaã, que foi um sucesso, sendo o segundo ano do qual participa.

O Chef Heloy com o filho Lucca

Heloy é um autêntico entusiasta do fogo, tem amor pela gastronomia…

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
1 1
Views:
940
Article Categories:
Chefs e Mestres
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments