Filé Chateaubriand: Um clássico inesquecível de Araxá

O Filé é um clássico que remonta aos tempos do Visconde de Chateaubriand, na França. Uma receita fina, histórica e fácil de preparar.

Por: *Armando de Angelis

O Filé Chateaubriand foi um prato clássico servido no Grande Hotel de Araxá, também muito frequentado por Assis Chateaubriand, o dono dos Diários Associados – que foi o maior conglomerado de mídia da América Latina.

Por isso, muitos pensavam que esse prato foi desenvolvido em homenagem à figura polêmica e controversa. Mas, segundo consta, esta possibilidade jamais existiu. Duas histórias conflitantes explicam o surgimento da receita.

Veja Também: Sonno Bar Serro: Botecando pelo Espinhaço

A primeira, que teria sido desenvolvida em Paris pelo cozinheiro gastrônomo Pierre de Montmirail em homenagem ao diplomata, poeta e grande escritor francês François-René-Auguste de Chateaubriand, visconde de Chateaubriand (1768-1848), um dos pioneiros do romantismo literário na França.

A segunda versão afirma que nasceu na cidade de Châteaubriant, no Vale do Loire. O Filé Chateaubriand durante anos e anos predominou nos melhores restaurantes do mundo. As pessoas consideravam prova de refinamento saboreá-lo.

Mas, com o tempo, perdeu sua nobreza de antes. Talvez, pelas inovações que surgiram com a sofisticação que chegou à cozinha e até mesmo pela substituição do corte bovino do qual procede por outros cortes. Mas, de qualquer forma, nunca perdeu a majestade, sendo memorizado como um clássico inesquecível.

Veja Mais: O homem que inventou a bebida mais famosa do mundo

Filé Chateaubriand

Ingredientes:

  • 2 Chateaubriand de aproximadamente 300g cada (chateaubriand é o nome que se dá ao corte de filé retirado do miolo, com peso aproximado de 300g)
  • 1 colher de chá de ervas secas (provance ou finas)
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 100 ml de vinho branco seco
  • 100g de cogumelos fatiados
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo
  • sal e pimenta

Modo de fazer:

Em uma frigideira, derreta um pouco de manteiga e doure o filé temperado com sal e pimenta. Retire-o e coloque-o em uma assadeira.

Ponha um pouco de manteiga sobre o filé e, por cima da manteiga, um pouco de farinha e por cima da farinha, um pouco de ervas. Aqueça o forno a 250 graus. Leve o filé ao forno por 10 minutos.

Enquanto isso, na frigideira que você dourou o filé, coloque os cogumelos e um pouco de farinha, refogando até ficarem dourados. Tempere com sal e pimenta. Adicione o vinho na panela, obtendo um molho espesso. Aguarde ferver e sirva com o filé.

*Armando de Angelis

Idealizador e promotor do “Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de Araxá”, atualmente denominado “Saberes e Sabores de Araxá”, após lançamento do seu livro de mesmo título. Autor ainda do livro “Sopas, Caldos & Cremes”.

Foto de capa: Wikimedia Commons

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
4 1
Views:
1380
Article Categories:
Receitas