Combinando o vinho com os sabores do cerrado – Conheça o Bordô

O maior bioma do Brasil serve de inspiração para as criações do recém-inaugurado Bordô.

Por Augusto Albertini

Harmonizar vinhos com os produtos do cerrado é uma tarefa não muito simples, mas que atualmente alguns restaurantes do Brasil procuram executá-la com qualidade. Em Belo Horizonte, um espaço recém inaugurado busca se adequar a esta proposta – o Bordô, localizado na Savassi, região centro-sul da capital.

Fachada do restaurante Bordô (Foto: Divulgação)

O restaurante iniciou as atividades em agosto deste ano, e busca agradar os clientes não só pela decoração aconchegante, mas principalmente por sua gastronomia sofisticada, feita com ingredientes marcantes. O conceito do Bordô é a harmonização entre os vinhos e os produtos do cerrado, que são a marca registrada do chef da casa – Danilo Simões.

Veja Também: Aprenda a preparar uma moqueca com coquinho azedo

A carreira de Danilo concilia suas formações acadêmicas em biologia e a gastronomia. Durante sua trajetória, ele buscou formas de valorizar o potencial gastronômico do cerrado, esta meta também foi levada em consideração na elaboração do menu da casa, que contem opções como: Costelinha Suína ao Barbecue de Buriti e Gratin de Batata; Espaguete ao Pesto de Baru; Maminha com Farofinha de Jambu e Picles de Cebola Roxa; Queijo coalho levemente grelhado com carne de sol, couve e azeite de pequi; Pot-pourri de queijos mineiros e internacionais; pot-pourri de frios mineiros e internacionais.

Costelinha Suína ao Barbecue de Buriti e Gratin de Batata (Foto: Divulgação)

O fato de muitos produtos do cerrado possuírem um gosto muito marcante, faz com que a casa também trabalhe sabores mais convencionais e acessíveis, como: Filé Mignon na Panhoca com Fonduta de Queijo; Lasanha de Cogumelos; Steak de Filé Mignon com Purê de Batata Doce e Maçã Verde; Croquetes de Berinjela.

No entanto, o Chef Danilo garante que as opções da casa mais pedidas, são os pratos feitos com os ingredientes do cerrado. Futuramente, ele diz que pretende aumentar o número de opções no cardápio feito com esses produtos.

O vinho também possui protagonismo no conceito proposto pela casa. Além de contar com uma adega com grande variedade, os preços também são versáteis, havendo garrafas que custam entre R$ 50 e R$ 4000. Para os apreciadores da bebida, há também uma wine dispenser, que disponibiliza pequenas doses para aqueles que desejam apenas degustar e conhecer os produtos.

Wine dispenser conta com algumas opções de vinhos disponíveis no restaurante (Foto: Divulgação)

O Bordô também possui o próprio vinho, que é produzido em Portugal e é vendido em taça. Ele está disponível nos tipos tinto, branco e rosé, e é recomendado para harmonizar com diversos pratos do menu.

(Foto de Capa: Divulgação)

Augusto Albertini
Jornalista e colaborador do Territórios Gastronômicos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
3 0
Views:
1100
Article Categories:
Bares e Restaurantes

All Comments