Um Bom Dia com Poesia! Ainda sobre o Feijão Tropeiro…

Por Ereni Pimenta

Saudando a todos e desejando mais uma semana repleta de novos sabores e saberes, nossa parceira e colaboradora Ereni, lá de Capelinha, terra de café bom e gente boa do Vale do Jequitinhonha, nos brindou com mais uma pérola do poeta e compositor, seu conterrâneo, o “Comendador” Itamar Aguiar, que também nasceu lá pelas bandas de Coluna, no Território Gastronômico do Espinhaço em Minas Gerais.

Veja Também: A História do Feijão Tropeiro Segundo um Poeta Mineiro

Ainda falando do famoso Feijão Bago-bago o Itamar assim escreve sobre o Tropeiro de Coluna.

Antunico de Fina!! Seu Pai!! Nosso ator Preferido!!

Tunico carregou sua tropa de 24 animais de carga, um cavalo de madrinha e seu próprio corcel alazão de marcha picada!!

Para decorar na viagem leva consigo em folhas de papel almaço sua fala na peça o Guarani!! Cópia esmerada feita por Luiza Alcântara sua noiva estremada!! Estará no palco brevemente vivendo Peri um príncipe índio da tribo que dá nome a peça!! O Guarani clássico de Carlos Gomes baseado no imortal romance de José de Alencar!!

Tunico está tomando sol no corpo semi nu pelos caminhos do sertão!! Enquanto isso seu cabelo está crescendo. Fazer o índio não é Fácil Não!! Mas!! Tunico se prepara com esmero, gosta do palco e é vaidoso de verdade!!

Está frustrado por tantos dias sem comer Feijão Bago-bago . É hoje que se acalma. Leva no burro da cozinha um feijão roxinho de safra nova e pernil de porco refogado e temperado em sal e alho!! Frito em pedaços e conservado na própria banha!!

Quando for aquecido o mundo conhecerá seu perfume de cozinha tropeira e nos sentiremos o autentico sabor do Feijão Bago-bago com pernil curado ao natural!! Trouxeram taioba. Tunico gosta demais!! Será cozido ali um caldeirão de arroz de pilão refogado e temperado na banha de porco sal e alho!!

Gente nem cachorro não come!! Só Chamusco o cão tropeiro comerá com todos!!

É pura luxuria o apetite no sertão!!

Na rancharia da estrada todos sentados nos arreios no chão são como deuses nos celestes eternos!! Ninguém come ou comeu melhor que os tropeiros das estradas de Minas Gerais!! “

Bom Dia Gente!!!

Veja Também: Vídeo da Receita de Feijão Tropeiro Sabores de Minas

*Ereni Pimenta: Organizadora do Festival Jequisabor em Capelinha e Região, Colaboradora do Territórios Gastronômicos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Likes:
0 0
Views:
402
Article Categories:
Coluna