Doce de Limão Cravo: acidez e doçura no ponto certo

Aprenda mais uma deliciosa receita com este ingrediente maravilhoso que combina com delicadeza, acidez e doçura. Também conhecido como limão-rosa, limão-cavalo, limão-égua, limão-francês, limão-capeta, limão-china, limão-vinagre e limão tambaqui, este fruto tão comum nos quintais de Minas Gerais é uma das jóias mais apreciadas por suas mestras cozinheiras. Na região de Cataguases-MG , é conhecido com o nome de limão mexerica.

Aprenda mais uma deliciosa receita com este ingrediente maravilhoso que combina com delicadeza, acidez e doçura. Também conhecido como limão-rosa, limão-cavalo, limão-égua, limão-francês, limão-capeta, limão-china, limão-vinagre e limão tambaqui, este fruto tão comum nos quintais de Minas Gerais é uma das jóias mais apreciadas por suas mestras cozinheiras. Na região de Cataguases-MG , é conhecido com o nome de limão mexerica.

Doce de Limão Mexerica

Da Série Doces dos Quintais de Minas*

Ingredientes:

  • 20 limões mexerica (limão capeta)
  • 1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio
  • Água
  • 800 g de açúcar cristal
    – Para finalizar
  • Açúcar refinado

Preparo:

  • Lavar bem os limões e retirar a polpa (somente as cascas, com a parte branca interior, serão usadas).
  • Cobrir as cascas com água e levar ao fogo com o bicarbonato até levantar fervura.
  • Retirar do fogo, escorrer e cobrir os limões com mais água.
  • Deixar de molho de um dia para o outro.
  • Trocar a água e deixar mais um dia.
  • Bater as cascas no liquidificador com metade da água.
  • Levar a mistura obtida ao fogo baixo, em um tacho, com o açúcar, e mexer até começar a desgrudar do fundo da panela.
  • Despejar o doce em um tabuleiro e, no dia seguinte, retirar colheradas e passar no açúcar refinado.
Fotos: Jair Amaral/EM

*Receita fornecida por Idelanda Lima de Oliveira, de Aracati, distrito de Cataguases, para o Projeto Sabores de Minas

Cantinho de iguarias

Poucas pessoas têm o privilégio de mirar um lugar e ter certeza de que aquele é o seu pedacinho de paraíso particular. A mineira Idelanda Lima de Oliveira é agradecida por ser uma dessas privilegiadas. Moradora de Aracati, distrito de Cataguases, ela cultiva por seu cantinho de terra uma paixão que se reflete nos olhos. Também pudera. Além da tranquilidade que paira sobre o lugar, o sítio em que vive com o marido é rodeado de flores e frutos.

Apanham-se amoras no pé, jabuticabas colorem o chão, tamanha a fartura, isso sem falar nas pitangas, goiabas, laranjas, limões e tantas outras. Duas vezes por semana, Idelanda leva ao Mercado dos Produtores da cidade parte da produção do casal. O restante vai para o tacho e se transforma nas mais deliciosas iguarias, como compotas, geleias e doces cristalizados. Uma dessas tentações é o doce de limão-capeta, ou limão-mexerica, como é também conhecido na região.

Feito com a casca da fruta, a receita produz aquela incrível sensação na boca, quando se fundem os sabores azedo e doce. Quando é chegada a hora de partir, a anfitriã não perde tempo e mostra sua gentileza. Um pouco do doce é embrulhado para que os visitantes saboreiem durante a viagem e se recordem, com saudade, daquele lugar encantado.

Aprenda outra receita de doce de limão capeta com abacaxi

Mapa dos Territórios Gastronômicos de Minas Gerais: O município de Cataguases está localizado no Território Mantiqueira/Mata Brejauba

EA/TG – MANTIQUEIRA/MATA BREJAUBA

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.