Receitas

Biscoitão da roça: o sabor das Minas Gerais

Por Isabel de Andrade*

Receitas da chef Elzinha: biscoitão da roça

Quer sentir o gostinho das quitandas servidas tradicionalmente nas fazendas no interior de Minas? Então, aprenda com a chef Elzinha Nunes a preparar o biscoitão da roça. A receita é muito simples. Leva pouquíssimos ingredientes e a massa é batida no liquidificador. Vale a pena levar esse sabor de Minas Gerais para a sua cozinha. Para assistir ao passo a passo, acesse o vídeo.

Foto: reprodução Instagram

Biscoitão da roça

Foto: reprodução Instagram

Ingredientes:
1 xícara e ½ (chá) de polvilho azedo
4 ovos
1 xícara (chá) de óleo
1 colher (chá) de sal
Temperos e queijo parmesão a gosto

Modo de preparo:
Coloque o polvilho, os ovos, o óleo e metade do queijo parmesão no liquidificador. Bata.

Unte uma forma redonda com manteiga.

Coloque uma parte da massa e polvilhe o tempero. Coloquei orégano e lemon pepper.

Cubra a forma com o restante da massa e finalize com mais temperos e o queijo ralado que estava reservado.

Leve ao forno pré-aquecido a 180°C durante 35 minutos.

Serviço:
Instagram: @chefelzinhanunes e @donalucinha_sp
Site: donalucinha.com.br

Leia também:

Anel do bispo: deliciosa receita histórica mineira sem glúten ou lactose

Siga: @territoriosgastronomicos

Territórios Gastronômicos

Ver Comentários

  • a receita está errada no site, segundo o vídeo é 1 xícara e meia de polvilho, saiu escrito apenas 1/2

  • O pior erro da receita é falar Que o biscoito é sabor Mineiro, e falar p por queijo parmesão, gente mineiro raiz não usa parmesão nem na macarronada! A gente usa queijo minas meia cura ralado! E não é esses de supermecado que diz que é minas e parece mais mussarela... é o queijo minas raiz! Pronto falei! Que saco vcs põem queijo parmesão nas nossas receitas! Aff

    • Obrigado, seu comentário me representa também! A primeira coisa que pensei foi nesse queijo parmesão, que pecado! Tem que usar o queijo curado mesmo! Outra coisa não tem nada a ver com o sabor mineiro é esse Lemon pepper!

      • Caro leitor João, obrigado pela participação mas pecado é não acompanhar ou mesmo desconhecer a evolução de nossa gastronomia mineira. A produção de maravilhosos queijos como o Minas artesanal a que a leitora se refere é originário de Portugal, assim como o Cabacinha do Jequitinhonha e o tipo parmesão originário da Itália e outros de países como França, Holanda, etc. Ao longo de nossa linda história de 300 anos evoluímos muito e aprimoramos a qualidade desses produtos que aqui chegaram com os temperos de nossos produtores artesanais.

    • Obrigado pelo comentário, mas gostaria de dizer que Minas Gerais produz em diversas regiões como no vale do Mucuri, régiao sul do estado e no município de Alagoa e entorno na Mantiqueira maravilhosos queijos certificados tipo Parmesão, pois não são produzidos em Parma na Italia e sim aqui em nossa Minas.

  • GENTE DE MINAS =UNI-VOS. VAMOS COLETAR AS RECEITAS DA NOSSA TERRA MINEIRA E EDITAR UM LIVRO DE RECEITAS TIPICAMENTE MINEIRA "300 ANOS DA GASTRONOMIA MINEIRA". O JORNAL ESTADO DE MINAS PODERIA PATROCINAR ESTE LIVRO. EU DE MINHA PARTE ESTOU COLETANDO E CATALOGANDO AS RECIETAS.

    • Olá Sérgio. Mais uma vez agradecemos seus comentários e também por nos acompanhar neste segmento que muito orgulha a todos nós mineiros. Sua sugestão também é nosso interesse. Vamos continuar buscando as melhores receitas historicas de todo estado e a ideia é editar um belo livro gastronômico dos 300 anos. Se tiver alguma sugestão de receitas mande para nós que iremos publica-la. Abraço

  • Nossa! Todas as receitas erradas, não é nada disso, se quer fazer receitas mineiras visite principalmente o norte de Minas onde o povilho e rei na culinária

    • Obrigado pelo comentário Maria Rozária. Na realidade as receitas não estão erradas, mas sim são diferentes em cada parte deste mundão chamado Minas Gerais. Todas tem os seus processos e temperos especiais trabalhados pelos nossos mestres e mestras dos fornos e fogões. O norte de Minas realmente é um cantinho muito especial, onde a cultura é riquíssima especialmente nas cozinhas, motivo de muito orgulho para todos nós.

  • Acho que as pessoas deviam usar a palavra "quitanda" para falar de uma receita no tempo do império, pelo amor de Deus... nunca vi ninguém usar essa expressão kkkk

Posts Recentes

Sorvete caseiro de banana com café no liquidificador

Uma sobremesa deliciosa, nutritiva e saudável. Veja na coluna do Coffee & Joy.

6 horas atrás

Biscoito de queijo do Mercado Central de BH

Aprenda a preparar essa delícia mineira.

1 dia atrás

Segunda sem Carne: suflê de couve-flor

Embarque na dica de hoje, que é uma receita que não leva carne.

2 dias atrás

Aperol Spritz: dica de drink

Aprenda a preparar um drink super refrescante.

3 dias atrás

Pão com Linguiça: Harmonizando com Cerveja

Uma receita simples e deliciosa, o famoso pão com linguiá das paradinhas das estradas brasileiras,…

3 dias atrás

O biscoito de polvilho mais gostoso do mundo

Aprenda a preparar o autêntico biscoito de polvilho da roça.

4 dias atrás

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!